Música | Notas

Ricardo Bacelar lança “Congênito”, primeiro projeto de intérprete do músico

Change Size Text
Ricardo Bacelar lança “Congênito”, primeiro projeto de intérprete do músico Ricardo Bacelar. Foto: Leo Costa/Divulgação

Batizado de Congênito, título de um clássico de Luiz Melodia, o quinto álbum solo do músico, compositor, arranjador e produtor Ricardo Bacelar é um projeto de intérprete. O músico cearense está à frente dos vocais, em um repertório escolhido a dedo. Dentre os compositores escolhidos, sete são nordestinos, como Bacelar. 

Os parceiros Lenine e Lula Queiroga (O Último Pôr do Sol); Caetano Veloso (A Tua Presença Morena); Gilberto Gil (Estrela); Belchior (Paralelas); Djavan (Lambada de serpente) e Chico César, parceiro de Ivan Lins e Victor Martins em Soberana Rosa, ou She Walks This Earth, na versão para o inglês gravada em Congenito

Canções de Chico Buarque (Morena dos Olhos d’água), Adriana Calcanhotto (Mentiras), Jorge Mautner e Nelson Jacobina (Maracatu Atômico); Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro (Estrela da Terra; a música título de Luiz Melodia e o clássico samba-canção É preciso perdoar (Carlos Coqueijo/Alcyvando Luz), completam a seleção. 

O álbum chega às plataformas de streaming na sexta-feira (5/8) e também ganha lançamento em CD, junto com o videoclipe de A Tua Presença Morena. Ao todo serão lançados 4 videoclipes e um documentário com registros dos bastidores do processo de gravação.

;
PUBLICIDADE