Cinema | Reportagens

Oscar 2024: conheça os filmes indicados e saiba onde assistir

Change Size Text
Oscar 2024: conheça os filmes indicados e saiba onde assistir Universal/Warner/Disney Studios/Paramount Pictures/Divulgação

Quem curte cinema espera ansiosamente o início do ano para saber quais serão os indicados a uma das maiores premiações do cinema mundial. No dia 23 de janeiro, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou os filmes que concorrem ao Oscar 2024

Neste ano, os vencedores serão conhecidos no dia 10 de março, e para dar tempo de fazer uma super maratona até lá, nós montamos uma lista para que você conheça e saiba onde assistir aos filmes que estão concorrendo a uma estatueta dourada.

Oppenheimer 

Universal/Divulgação

Dirigido por Christopher Nolan, Oppenheimer (2024) é o filme mais indicado da premiação, concorrendo em 13 categorias. A produção acompanha J. Robert Oppenheimer, o pai da bomba atômica, durante o processo de desenvolvimento da arma nuclear que arrasou as cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, em 1945, na Segunda Guerra Mundial. 

Indicações: Melhor Filme, Melhor Direção (Christopher Nolan), Melhor Ator (Cillian Murphy), Melhor Ator Coadjuvante (Robert Downey Jr.), Melhor Atriz Coadjuvante (Emily Blunt), Melhor Roteiro Adaptado (Christopher Nolan), Melhor Trilha Sonora, Melhor Som, Melhor Design de Produção, Melhor Fotografia, Melhor Cabelo e Maquiagem, Melhor Figurino e Melhor Montagem. 

Onde assistir: disponível para aluguel no YouTube, Amazon Prime Video e AppleTV+.

Leia a resenha de Roger Lerina: “Oppenheimer” é uma esfinge indecifrável

Pobres Criaturas 

Disney Studios/Divulgação

O recente Pobres Criaturas (2023), do cineasta grego Yorgos Lanthimos, concorre a 11 estatuetas na premiação. Estrelado por Emma Stone, o longa narra a história de Bella Baxter, uma jovem trazida de volta à vida depois de se atirar de uma ponte na Londres vitoriana pelo cientista Godwin Baxter, interpretado por Willem Dafoe.

Indicações: Melhor Filme, Melhor Direção (Yorgos Lanthimos), Melhor Atriz (Emma Stone), Melhor Ator Coadjuvante (Mark Ruffalo), Melhor Roteiro Adaptado (Tony McNamara), Melhor Trilha Sonora, Melhor Design de Produção, Melhor Fotografia, Melhor Cabelo e Maquiagem, Melhor Figurino e Melhor Montagem.

Onde assistir: nos cinemas.

Leia a resenha de Roger Lerina: “Pobres Criaturas” saúda o nascimento da mulher moderna

Assassinos da Lua das Flores

Paramount Pictures/Divulgação

O 27º longa-metragem do diretor Martin Scorsese, Assassinos da Lua das Flores (2023), foi indicado a 10 categorias do Oscar 2024. Protagonizado por Robert De Niro, Leonardo DiCaprio e Lily Gladstone, o filme conta uma história real sobre indígenas e brancos em um território norte-americano nos anos 1920 em que nativos enriquecidos pelo petróleo em suas terras começam a ser assassinados misteriosamente. 

Indicações: Melhor Filme, Melhor Direção (Martin Scorsese), Melhor Atriz (Lily Gladstone), Melhor Ator Coadjuvante (Robert De Niro), Melhor Canção Original, Melhor Trilha Sonora, Melhor Design de Produção, Melhor Fotografia, Melhor Figurino e Melhor Montagem.

Onde assistir: disponível para assinantes da AppleTv+ e para aluguel no YouTube e no Amazon Prime Video

Leia a resenha de Roger Lerina: Scorsese mostra os caminhos perigosos de uma nação em “Assassinos da Lua das Flores”

Barbie 

Warner/Divulgação

Com direção de Greta Gerwig, Barbie (2023) traz uma versão em carne e osso da boneca de plástico mais famosa do mundo. Estrelado pela atriz Margot Robbie, o filme alterna entre o mundo real e a Barbielândia, lugar mágico onde todas as versões da Barbie vivem em completa harmonia. Até que a protagonista começa a questionar o sentido da própria existência e decide partir para o mundo real em busca de respostas, seguida por seu fiel e amado Ken (Ryan Gosling).

Indicações: Melhor Filme, Melhor Ator Coadjuvante (Ryan Gosling), Melhor Atriz Coadjuvante (America Ferrera), Melhor Roteiro Adaptado (Greta Gerwig e Noah Baumbach), Melhor Canção Original (I’m Just Ken e What Was I Made For?), Melhor Design de Produção e Melhor Figurino.

Onde assistir: disponível aos assinantes da HBO Max e para aluguel na AppleTv+ e no Google Filmes.

Leia a resenha de Roger Lerina: “Barbie” cai na real

Anatomia de uma Queda

Diamond Films/Divulgação

Concorrendo as principais categorias da noite, Anatomia de uma Queda (2023), da cineasta francesa Justine Triet, começa a partir de um homem encontrado morto do lado do chalé onde morava com sua esposa Sandra, interpretada por Sandra Hüller, e Daniel (Milo Machado Graner), filho de 11 anos do casal que tem deficiência visual. A partir disso, a mulher torna-se a principal suspeita do crime. 

Indicações: Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Atriz (Sandra Hüller), Melhor Roteiro Original (Justine Triet e Arthur Harari) e Melhor Montagem.

Onde assistir: nos cinemas.

Leia a resenha de Roger Lerina: “Anatomia de uma Queda” é a soma das versões da vida

Vidas Passadas 

California Filmes/Divulgação

O drama romântico Vidas Passadas (2023), dirigido pela sul-coreana Celine Song, acompanha os encontros e desencontros de Na Young e Hae Sung, uma dupla de quase namorados em três momentos de suas vidas. O longa narra o reencontro dos amigos de infância, depois de duas décadas, que acaba despertando lembranças, sentimentos e questionamentos que ambos remoem desde a longínqua separação na infância, em Seul.

Indicações: Melhor Filme e Melhor Roteiro Original (Celine Song)

Onde assistir: nos cinemas 

Leia a resenha de Roger Lerina: O amor caminha em círculos em “Vidas Passadas”

Os Rejeitados

Universal/Divulgação

Os Rejeitados (2023) conta uma história ambientada durante as férias de Natal de 1970. Na comédia, dirigida por Alexander Payne, o ator Paul Giamatti interpreta o professor azedo Paul Hunham, que é obrigado a tomar conta de um aluno de 18 anos chamado Angus Tully (Dominic Sessa) durante o recesso escolar. Nessa convivência forçada, junta-se a elas a cozinheira-chefe da escola Mary Lamb (Da’Vine Joy), em uma sucessão de episódios dramáticos e cômicos.

Indicações: Melhor Filme, Melhor Ator (Paul Giamatt), Melhor Atriz Coadjuvante (Da’Vine Joy Randolph), Melhor Roteiro Original (David Hemingson) e Melhor Montagem.

Onde assistir: nos cinemas  

Leia a resenha de Roger Lerina: “Os Rejeitados” encontra a empatia possível no desajuste

American Fiction 

Foto: Claire Folger/Divulgação

O longa American Fiction (2023), que marca a estreia do escritor Cord Jefferson como diretor, acompanha um escritor – interpretado por Jeffrey Wright – frustrado com a popularidade de livros que perpetuam estereótipos raciais. Ele então decide criar um pseudônimo e escrever um livro “negro”, que acaba levando-o ao cerne do mercado editorial que tanto despreza. O filme reúne no elenco nomes como Tracee Ellis Ross, Issa Rae, Sterling K. Brown, John Ortiz, Erika Alexander, Leslie Uggams, Adam Brody e Keith David.

Indicações: Melhor Filme, Melhor Ator (Jeffrey Wright), Melhor ator Coadjuvante (Sterling K. Brown), Melhor Roteiro Adaptado (Cord Jefferson) e Melhor Trilha Sonora.

Onde assistir: sem data definida de estreia, o filme deve entrar no catálogo do Amazon Prime Video em breve.

Maestro 

Netflix/Divulgação

Estrelado e dirigido por Bradley Cooper, Maestro (2023) é baseado na vida de Leonard Bernstein, compositor, pianista e maestro norte-americano. A história é focada no relacionamento do artista com Felicia Montealegre, interpretada pela atriz Carey Mulligan. O elenco conta também com Jeremy Strong, Matthew Bomer e Maya Hawke.

Indicações: Melhor Filme, Melhor Ator (Bradley Cooper), Melhor Atriz (Carey Mulligan), Melhor Roteiro Original (Bradley Cooper e Josh Singer), Melhor Som, Melhor Fotografia e Melhor Cabelo e Maquiagem.

Onde assistir: disponível para assinantes na Netflix.

A Zona de Interesse 

A24/Divulgação

O filme A Zona de Interesse (2023), de Jonathan Glazer, narra o romance entre um oficial nazista e a esposa de um comandante do campo de concentração de Auschwitz, durante a Segunda Guerra Mundial. O elenco reúne a também indicada Sandra Hüller e Christian Friedel, Freya Kreutzkam, Ralf Zillmann e Max Beck.

Indicações: Melhor Filme, Melhor Direção (Jonathan Glazer), Melhor Roteiro Adaptado (Jonathan Glazer), Melhor Filme Internacional (Reino Unido) e Melhor Som.

Onde assistir: nos cinemas, a partir de 15 de fevereiro.

Leia a resenha de Roger Lerina: “Zona de Interesse” dialoga com a banalidade do mal

Napoleão 

Sony Pictures/Divulgação

Em Napoleão (2023), o cineasta Ridley Scott conta a trajetória do conquistador francês em um filme que mistura episódios históricos, batalhas espetaculares e arrebatamentos amorosos para reviver na tela um dos personagens mais importantes da história moderna. O filme é protagonizado pelo ator Joaquin Phoenix

Indicações: Melhor Design de Produção, Melhor Figurino e Melhores Efeitos Visuais.

Onde assistir: disponível para alugar na Amazon Prime Video, Google Filmes e AppleTv+

Leia a resenha de Roger Lerina: Napoleão não cabe em um filme

A Sociedade da Neve  

Netflix/Divulgação

Dirigido por J.A. Bayona, o longa-metragem A Sociedade da Neve narra a luta pela sobrevivência dos jogadores de rúgbi uruguaios após queda do avião na Cordilheira dos Andes, em 1972. Baseado em uma história real, o filme acompanha a saga dos sobreviventes que tiveram de comer partes dos corpos dos companheiros mortos para que não morressem de fome enquanto aguardavam socorro.

Indicações: Melhor Filme Internacional (Espanha) e Melhor Cabelo e Maquiagem.

Onde assistir: disponível para assinantes na Netflix.

Dias Perfeitos

O2 Play/Divulgação

Na trama do dramático Dias Perfeitos (2023), dirigido por Wim Wenders, um homem de meia-idade que vive uma vida modesta e serena, passa os dias equilibrando seu trabalho de zelador obediente dos numerosos banheiros públicos de Tóquio com sua paixão pela música, literatura e fotografia. No decorrer do filme, uma série de encontros inesperados começam gradualmente a revelar um passado oculto em sua vida feliz e harmoniosa.

Indicação: Melhor Filme Internacional (Japão)

Onde assistir: nos cinemas, a partir de 29 de fevereiro

Io Capitano

Dirigido por Matteo Garrone, o filme italiano Io Capitano (2023) mostra dois jovens que decidem deixar o Dakar, no Senegal, e partir rumo à Europa, em uma viagem que conta com uma série de desafios.

Indicação: Melhor Filme Internacional (Itália).

Onde assistir: nos cinemas, ainda sem data de estreia definida.

The Teacher’s Lounge

No alemão The Teacher’s Lounge (2023), uma professora recém chegada a uma escola nova decide investigar os roubos que estão acontecendo na instituição. O drama é dirigido por Ilker Çatak.

Indicação: Melhor Filme Internacional (Alemanha).

Onde assistir: nos cinemas, ainda sem data de estreia definida.

Elementos 

Disney/Divulgação

Neste ano, a Disney marca presença na categoria de Melhor Animação com o filme Elementos (2023), que se passa em uma cidade onde os habitantes do ar, fogo, terra e água vivem em sociedade. A trama desenrola-se a partir da estranha amizade entre os jovens Ember, de fogo, e Wade, de água. 

Indicação: Melhor Animação

Onde assistir: disponível para assinantes na plataforma Disney+

O Menino e a Garça 

Novo filme do Studio Ghibli, dirigido pelo cineasta Hayao Miyazaki, O Menino e a Garça (2023) conta a história de um jovem que passar por uma tragédia familiar durante a Segunda Guerra Mundial e precisa se mudar para o campo, onde seu pai trabalha para uma família que faz aviões para o exército japonês. Explorando a nova cidade, o menino encontra uma garça falante que o ajuda a se aventurar em um mundo compartilhado entre vivos e mortos. 

Indicação: Melhor Animação

Onde assistir: nos cinemas, a partir de 22 de fevereiro

Nimona

Em Nimona (2023), de Troy Quane e Nick Bruno, um cavaleiro acusado de um crime trágico pede ajuda a uma adolescente para conseguir provar sua inocência. A atriz Chloë Grace Moretz e o ator Riz Ahmed fazem as vozes originais desta aventura épica baseada na graphic novel de sucesso.

Indicação: Melhor Animação

Onde assistir: disponível para assinantes na Netflix 

Homem-Aranha: Através do Aranhaverso

Disney/Divulgação

Segundo filme da franquia, Homem-Aranha: Através do Aranhaverso (2023) traz novamente o personagem Miles Morales no papel do famoso super-herói dos quadrinhos da Marvel. No filme, dirigido por Joaquim Dos Santos, Justin K. Thompson e Kemp Powers, Miles junta-se à mulher-aranha Gwen Stacy para surfar nas ondas do multiverso na tentativa de proteger a própria existência. 

Indicação: Melhor Animação

Onde assistir: disponível para assinantes na HBO Max e para alugar na AppleTv+ e no Google Filmes.

Meu Amigo Robô

Imovision/Divulgação

Em Meu Amigo Robô (2023), dirigido pelo espanhol Pablo Berger, as figuras humanas são substituídas por bichos, e o protagonista Dog é um simpático cachorrinho que mora em Manhattan. Cansado de viver sozinho, ele decide comprar um robô para lhe fazer companhia.

Indicação: Melhor Animação

Onde assistir: nos cinemas

Leia a resenha de Roger Lerina: “Meu Amigo Robô” narra amizade além das palavras 

Outros indicados

A Cor Púrpura (2023), de Blitz the Ambassador
Indicação: Melhor Atriz Coadjuvante (Danielle Brooks)
Onde assistir: nos cinemas, a partir de 8 de fevereiro

Leia a resenha de Roger Lerina: “A Cor Púrpura” vence o machismo, o racismo e o tempo

Rustin (2023), de George C. Wolfe
Indicação: Melhor Ator (Colman Domingo)
Onde assistir: disponível para assinantes na Netflix

Nyad (2023), de Jimmy Chin e Elizabeth Chai Vasarhelyi
Indicações: Melhor Atriz (Annette Bening) e Melhor Atriz Coadjuvante (Jodie Foster
Onde assistir: disponível para assinantes na Netflix

Segredos de um Escândalo (2023), de Todd Haynes
Indicação: Melhor Roteiro Original (Samy Burch)
Onde assistir: nos cinemas 

Leia a resenha de Roger Lerina: “Segredos de um Escândalo” tenta decifrar uma esfinge

Diamond Films/Divulgação

Indiana Jones e a Relíquia do Destino (2023), de James Mangold
Indicação: Melhor Trilha Sonora
Onde assistir: disponível para assinantes na Disney+

Flamin’ Hot: O Sabor que Mudou a História (2023), de Eva Longoria
Indicação: Melhor Canção Original (The Fire Inside)
Onde assistir:
disponível para assinantes na Disney+

American Symphony (2023), de Matthew Heineman
Indicação: Melhor Canção Original (It Never Went Away)
Onde assistir:
disponível para assinantes na Netflix

El Conde (2023), de Pablo Larraín
Indicação: Melhor Fotografia
Onde assistir:
disponível para assinantes na Netflix

Golda – A Mulher de Uma Nação (2023), de Guy Nattiv
Indicação: Melhor Fotografia
Onde assistir:
disponível para assinantes na Amazon Prime Video e para aluguel na AppleTV+ e no Google Filmes

Godzilla Minus One (2023), de Takashi Yamazaki
Indicação: Melhores Efeitos Visuais
Onde assistir: o filme já saiu de cartaz nos cinemas e ainda não tem data definida para chegada no streaming do Brasil

Resistência (2023), de Gareth Edwards
Indicação: Melhores Efeitos Visuais
Onde assistir: disponível para assinantes no Star+

Guardiões da Galáxia Vol. 3 (2023), de James Gunn
Indicação: Melhores Efeitos Visuais
Onde assistir: disponível para assinantes na Disney+

Missão: Impossível – Acerto de Contas (2023), de Christopher McQuarrie
Indicação: Melhores Efeitos Visuais
Onde assistir: disponível para assinantes na Amazon Prime Video e para aluguel no Google Filmes e na AppleTV+

The After (2023), de Misan Harriman e Nicky Bentham
Indicação: Melhor Curta-Metragem
Onde assistir: disponível para assinantes na Netflix

A Incrível História de Henry Sugar (2023), de Wes Anderson e Steven Rales
Indicação: Melhor Curta-Metragem
Onde assistir: na Netflix

Invincible (2022), de Vincent René-Lortie e Samuel Caron
Knight of Fortune (2022), de Lasse Lyskjær Noer e Christian Norlyk
Red, White & Blue (2023), de Nazrin Choudhury e Sara McFarlane
Indicação dos filmes: Melhor Curta-Metragem
Onde assistir: os filmes não estão disponíveis no streaming do Brasil e não têm previsão de estreia nos cinemas 

Bobi Wine: The People’s President (2023), de Moses Bwayo e Christopher Sharp
Four Daughters
(2023), de Kaouther Ben Hania 
To Kill a Tiger (2022), de Nisha Pahuja
20 Days in Mariupol, de Mstyslav Chernov 
Indicação dos filmes: Melhor Documentário 
Onde assistir: os filmes não estão disponíveis no streaming do Brasil e não têm previsão de estreia nos cinemas 

La memoria infinita, de Maite Alberdi
Indicação: Melhor Documentário 
Onde assistir: disponível para assinantes na plataforma de streaming Paramount+

O ABC da Proibição de Livros (2023), de Trish Adlesic e Sheila Nevins
Indicação: Melhor Documentário em Curta-Metragem 
Onde assistir: disponível para assinantes na Paramount+

A Última Loja de Consertos (2023), de Ben Proudfoot e Kris Bowers
Indicação: Melhor Documentário em Curta-Metragem 
Onde assistir: disponível para assinantes na Disney+ 

The Barber of Little Rock (2023), de John Hoffman e Christine Turner
Island in Between (2023), de S. Leo Chiang e Jean Tsien
Indicação dos filmes: Melhor Documentário em Curta-Metragem 
Onde assistir: os filmes não estão disponíveis no streaming do Brasil e não têm previsão de estreia nos cinemas 

Letter To a Pig (2022), de Tal Kantor e Amit R. Gicelter
Ninety-Five Senses (2023), de Jerusha Hess e Jared Hess
Our Uniform (2023), de Yegane Moghaddam 
Pachyderme (2022), de Stéphanie Clément e Marc Rius
War Is Over! Inspired By The Music Of John & Yoko (2023), de Dave Mullins e Brad Booker
Indicação do filmes: Melhor Curta-Metragem de Animação
Onde assistir: os curtas não estão disponíveis no streaming do Brasil e não têm previsão de estreia nos cinemas 

Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para o interesse público da nossa cidade sejam abordados: apoie-nos financeiramente!

O que nos permite produzir reportagens investigativas e de denúncia, cumprindo nosso papel de fiscalizar o poder, é a nossa independência editorial.

Essa independência só existe porque somos financiados majoritariamente por leitoras e leitores que nos apoiam financeiramente.

Quem nos apoia também recebe todo o nosso conteúdo exclusivo: a versão completa da Matinal News, de segunda a sexta, e as newsletters do Juremir Machado, às terças, do Roger Lerina, às quintas, e da revista Parêntese, aos sábados.

Apoie-nos! O investimento equivale ao valor de dois cafés por mês.
Se você já nos apoia, agradecemos por fazer parte da rede Matinal! e tenha acesso a todo o nosso conteúdo.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já nos apoia, agradecemos por fazer parte da rede Matinal! e tenha acesso a todo o nosso conteúdo.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Gostou desta reportagem? Ela é possível graças a sua assinatura.

O dinheiro investido por nossos assinantes premium é o que garante que possamos fazer um jornalismo independente de qualidade e relevância para a sociedade e para a democracia. Você pode contribuir ainda mais com um apoio extra ou compartilhando este conteúdo nas suas redes sociais.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! Faça login e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
RELACIONADAS
PUBLICIDADE

Esqueceu sua senha?