Juremir Machado da Silva

Exposição na Casa da Memória, poesia e Flip

Change Size Text
Exposição na Casa da Memória, poesia e Flip Foto: Jefferson Bernardes/ Agência Preview

Cultura nunca é demais. Qual, como diria o Chico Buarque, que tal um samba e três opções culturais? Em Porto Alegre, no ciberespaço e na belíssima Paraty, onde, em novembro, brilhará o sol da Flip, com gaúcha na curadoria.

  1. Exposição Diagnosis na Casa da Memória

2. Um poema de Fernanda Bastos

Sempre havia um enredo
Com uma ala africana
Memória de uma origem
Homenagem de força guerreira
De soldados e rainhas
Para salvar mães afro-brasileiras
(do livro Selfie-Purpurina, editora Peirópolis)

3. Terra M´átria com Fernanda Bastos, curadora gaúcha da Flip


Publicidade Publicidade

Fernanda fala de jornalismo, poesia, racismo, cotas e da emoção de estar entre os três curadores da Festa Literária Internacional de Paraty.

RELACIONADAS
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.