Matinal News

Melo processa vereador Jonas Reis por postagens no Instagram

Change Size Text
Melo processa vereador Jonas Reis por postagens no Instagram Vereador Jonas Reis. Foto: Cristina Beck/CMPA

O prefeito Sebastião Melo (MDB) protocolou queixa-crime por calúnia e injúria contra o vereador da capital Jonas Reis (PT). De acordo com o documento apresentado na última quinta-feira, uma série de postagens feitas pelo parlamentar entre 19 e 29 de janeiro atacaram “a honra do prefeito, ultrapassando – e muito – o nível de crítica política, focando-se unicamente em aspectos pessoais”. O teor das postagens é exemplificado com seis publicações, em que Melo é descrito com os termos “preguiçoso maior”, “ridículo, lamentável e indigno”, “cara de pau” e “sonso e desentendido”. Em outra postagem, lê-se a pergunta “será este o futuro?” diante de uma montagem do prefeito atrás das grades – alusão ao escândalo das compras na Secretaria Municipal da Educação. Não é a primeira vez que Melo vai à justiça contra opositores por postagens: em agosto de 2023, em meio à investigação de irregularidades na Smed, o prefeito interpelou judicialmente o deputado Matheus Gomes (PSol) e os vereadores Roberto Robaina (PSol) e Mari Pimentel (Novo). Naquela ação, exigiu que os parlamentares provassem a corrupção em sua gestão, assunto de posts nas redes sociais, diante da Justiça.

Líder de consórcio que fez proposta pelo Cais Mauá tem capital social inferior ao exigido no edital – Único consórcio a apresentar proposta para o leilão de concessão do Cais Mauá, o Pulsar RS tem como líder a Spar Participações e Desenvolvimento Imobiliário Ltda, cujo capital social declarado à Receita Federal é de 10 mil reais. O montante não representa sequer 0,1% do mínimo exigido pelo edital para que um consórcio dispute a área, no Centro de Porto Alegre – o valor estipulado pelo Piratini para este item é de 130,7 milhões. É possível que outras empresas que integram o consórcio, que não tiveram os nomes divulgados ainda, complementem o capital social. Procurada pela Matinal, a Spar, empresa fundada há pouco mais de uma década, não retornou o contato. Caso seja declarado vencedor no leilão agendado para amanhã, o grupo Pulsar RS irá se comprometer a investir 353 milhões de reais em reformas na área. A questão financeira foi a principal causa para o fracasso da licitação anterior do Cais Mauá, que ocorreu em 2010 e teve o contrato rescindido nove anos mais tarde. Leia a reportagem completa na Matinal.

Publicidade

Carris desliga 87 funcionários – A Companhia Carris Porto-Alegrense, agora administrada pela Empresa de Transporte Coletivo Viamão Ltda., confirmou na quinta-feira a demissão de 87 funcionários. Os trabalhadores integram um grupo de 230 profissionais sem garantia de estabilidade durante o primeiro ano de privatização da Carris – o edital de privatização garantiu a manutenção de 895 servidores nos primeiros 12 meses de contrato. Os critérios usados para demissão não foram informados pela empresa, que disse estar cumprindo as exigências da legislação trabalhista para o momento de adequação do quadro de funcionários, que também prevê novas contratações. Em posicionamento divulgado à imprensa, a Carris afirmou que as demissões não impactam nos itinerários, horários e rotas dos coletivos em circulação.


Porto Alegre, RS, Brasil 03/02/2024: O Carnaval de Rua prosseguiu neste sábado (03), com os blocos animando foliões na zona Norte da capital. Entre 14h e 22h, foram 13 agremiações no Circuito Norte, Território da Paz, que ocorreu na Praça México. Foto: Alex Rocha/PMPA

Carnaval descentralizado

A zona norte da capital recebeu 13 blocos no sábado. A folia rolou na Praça México (foto). Já no domingo, foi a vez dos foliões da Restinga curtirem o carnaval de rua. Coordenador da produtora Pro.Bloco, contemplada no edital da prefeitura e responsável por três dos sete circuitos previstos no evento, Ian Angeli celebrou a novidade da descentralização, que contribui para democratizar a festa e movimentar a economia local. (Foto: Alex Rocha/PMPA)


Outras notícias:


Juremir Machado da Silva

Sábado de sol no Beira-Rio

Os nossos visitantes franceses parecem ter gostado da experiência, apesar do calor enfrentado, que, de brincadeira, intitulei de “tortura brasileira, jogo morno, plateia em chamas”. Eu mesmo, porém, fiquei me perguntando: por que realizar um jogo desses, no começo de um escaldante fevereiro, às quatro e meia da tarde? Não podia ser às 18h30? Ou às 20 horas? Ah, como diria Leonel Brizola, e os “interésses”. Não é de ficar admirado que jogadores corram pouco, façam corpo mole, troteiem no gramado.

Leia a coluna completa.


Cultura

Cultura e saúde mental: atividades culturais são a principal fonte de bem-estar dos brasileiros, segundo pesquisa

9º Gera Encontro, do GerAção POA (2022). Foto: Cristine Rochol/PMPA

A quarta edição da pesquisa Hábitos Culturais, realizada pela Fundação Itaú em parceria com o Datafolha, aponta o papel central das atividades culturais na percepção de bem-estar dos brasileiros. O repórter Ricardo Romanoff conversou com psicólogos para entender quais são esses benefícios e traz exemplos de como a Rede de Atenção Psicossocial em Porto Alegre aborda as relações entre cultura e saúde mental. Leia a matéria.

Agenda

Para marcar os dez anos da partida do ator Nico Nicolaiewsky, o Theatro São Pedroexibe o filme Onde está o Amor – As Fitas Perdidas, de Zé Pedro Goulart, às 20h.

A exposição Orgulho de Ser conta a história de seis pacientes transgêneros do Ambulatório T, em Canoas.

Porto Verão Alegre segue em cartaz até quinta-feira com 17 espetáculos em cartaz.

Uma campanha de financiamento coletivo foi lançada para concluir o curta-metragem Nós, escrito e dirigido por Britney Federline.

Clique nos links para informações sobre ingressos, endereços e detalhes dos eventos.

Veja a agenda completa


Você viu?

Porto Alegre tem mais igrejas do que hospitais. No país, os templos religiosos superam as instituições de saúde somadas às de ensino. Os dados foram levantados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que mapeou as coordenadas geográficas e os tipos de edificações que compõem os 111 milhões de endereços do Brasil cadastrados durante o Censo 2022. Na capital gaúcha, foram catalogados em Porto Alegre um total de quase 687 mil domicílios particulares, 1.194 instituições de ensino, 1.592 hospitais e Unidades Básicas de Saúde e 1951 igrejas e templos. É a primeira vez que o IBGE compila as coordenadas geográficas dos pontos recenseados.

RELACIONADAS

Esqueceu sua senha?

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.