Matinal News

Prefeitura prepara novo leilão de imóveis, com áreas visadas pelo mercado imobiliário

Change Size Text
Prefeitura prepara novo leilão de imóveis, com áreas visadas pelo mercado imobiliário Fachada do prédio da Smov, na Av. Borges de Medeiros | Foto: Luciano Lanes / PMPA

Previsão do tempo: Em meio a uma sequência de dias com instabilidade, que está só no início, chove hoje em Porto Alegre, onde a máxima é de 19°C

Após a realização de dois leilões de imóveis neste ano, a Prefeitura de Porto Alegre prepara um terceiro certame do tipo, a ser realizado ainda neste ano, de acordo com a jornalista Rosane de Oliveira. Com expectativa de arrecadar pelo menos 300 milhões de reais, o Executivo quer disponibilizar cinco imóveis, localizados próximos à orla, na faixa entre a região central e a zona sul. Na lista, deve constar o terreno próximo ao estádio Beira-Rio onde hoje funcionam duas escolas de samba – dois anos atrás, um projeto previa a construção de torres altas num terreno vizinho ao agora disponibilizado. A relação ainda contempla o antigo prédio da Smov, o local onde fica a sede da ADVB e o terreno da antiga sede da Associação dos Servidores da Epatur. Nos dois primeiros leilões, a Prefeitura arrecadou 52 milhões de reais, a maior parte no segundo, realizado na semana passada, quando alienou terrenos próximos ao Porto Seco.

Liminar determina que vereador retire publicação com notícia falsa sobre o MST – Uma decisão liminar do Tribunal de Justiça determinou que os vereadores Ramiro Rosário (PSDB), de Porto Alegre, e Silvio Roberto Flores de Almeida (PP), de Nova Santa Rita, retirem de suas redes sociais as postagens sobre a existência de agrotóxicos no arroz orgânico produzido pela Cooperativa Agropecuária Nova Santa Rita e a Cooperativa dos Trabalhadores Assentados da Região de Porto Alegre, ambas ligadas ao MST. No embasamento da decisão, foi citado ofício do Ministério da Agricultura que contradiz as informações dos parlamentares. Segundo o Sul21, as amostras de arroz supostamente contaminadas com o agrotóxico 2.4D e quincloraque teriam sido coletadas pelo vereador de Nova Santa Rita e entregues no Laboratório de Resíduos de Pesticidas da Universidade Federal de Santa Maria. A notícia compartilhada pelos vereadores dizia que laudos do laboratório comprovavam a presença dos agrotóxicos no produto. Porém, a análise não detectou quaisquer agrotóxicos. A UFSM se manifestou e desmentiu os vereadores. Na Capital, o assunto chegou a ser levado por Rosário ao plenário na semana passada.

Sistema informatizado apresenta situação de obras da educação no RS – Um sistema que permite às comunidades escolares acompanhar obras e exigir reparos foi lançado ontem na Assembleia Legislativa. Diante da decisão do STF que torna responsabilidade do poder público a oferta de vagas em creches, prefeitos do estado têm comprometido verba municipal para a conclusão de escolas, creches e quadras esportivas. Mesmo com o investimento de cidades como Canoas, Gravataí, Guaíba e Porto Alegre, tudo indica que uma quantidade significativa de obras importantes não deve sair do papel. Entre 2007 e 2022, os registros da Confederação Nacional dos Municípios mostram que ao menos 100 obras de educação seguem inacabadas em 65 municípios do Rio Grande do Sul. Na maioria dos casos, a falência das empresas selecionadas para a obra e a falta de verba do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação são responsáveis pela paralisação. Mês passado, o ministro da Educação, Camilo Santana, afirmou que o governo federal deverá editar uma medida provisória para reiniciar obras da educação nos estados.

Serra domina recuperação do turismo gaúcho, mas outras regiões sofrem para atrair viajantes – O Estado é um dos que mais atrai turistas no Brasil. Um dos principais portões de entrada de visitantes internacionais no país, o RS perde apenas para São Paulo. Mas essa afirmação esconde desigualdades regionais. A Secretaria de Turismo não disponibiliza dados como a porcentagem de turistas que vai a cada cidade. Mas um levantamento do Matinal, feito a partir das estatísticas de atendimento nos centros de atenção ao turista situados no aeroporto e na rodoviária de Porto Alegre, mostra que o eixo Gramado-Canela é destino de 47,5% dos passageiros. Um terço dessas pessoas fica na Capital, convertida em um local de “ponte-aérea”; o restante, menos de 20%, viaja para outras cidades gaúchas. Até municípios próximos às duas estrelas turísticas acabam atraindo menos pessoas – algumas, inclusive, sofreram um prejuízo após mudanças recentes de privatização dos parques. Leia mais na matéria de Bettina Gehm.


Outros links:


Uma homenagem a Aníbal Damasceno Ferreira

A edição 172 da Parêntese montou uma Operação especial para homenagear um de nossos mortos queridos: Aníbal Damasceno Ferreira, que há 10 anos nos deixou. A revista reuniu uma turma de nove colaboradores para relembrar histórias do professor e crítico de cinema, que, nas palavras de Luís Augusto Fischer, foi

…um gênio da conversação, que deixou alguma coisa escrita e pouca coisa impressa. Suas tiradas, as imagens que inventava, as alusões, as conexões, tudo isso é coisa evanescente – e, é preciso admitir, só poderiam mesmo existir em sua forma presencial, oral, a quente, na magnífica e volátil energia da conversa ao vivo.

Leia a seleção de textos da Operação Aníbal aqui.


Cultura

Prepare o seu coração para Jair Rodrigues

Elo Studios/Divulgação

Um dos mais carismáticos artistas brasileiros da história, o cantor Jair Rodrigues (1939 – 2014) é o tema de um documentário dirigido por Rubens Rewald. Exibido no festival É Tudo Verdade, Jair Rodrigues – Deixa que Digam (2020) ganhou o prêmio de melhor filme pelo voto do público no 13º Brazilian Film Festival, de Chicago. Leia a resenha de Roger Lerina.

Agenda (🔒)

Às 12h30, o Duo Lune, formado pelos pianistas Lucas Brayner e Nayane Nogueiraapresenta o Recital de Piano a 4 Mãos, no Foyer Nobre do Theatro São Pedro.

Às 19h, a ADUFRGS-Sindical promove sessão da peça Diário Secreto de uma Secretária Bilíngue, estrelado por Deborah Finocchiaro.

O espetáculo Engrenagem, obra inédita da Cia de Dança Karin Ruschel, será encenado no Teatro do Sesc Alberto Bins, hoje e amanhã, às 20h.

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.


Você viu?

A Pastelina, salgadinho que ocupa um lugar no coração de tantos consumidores gaúchos, chegou a Santa Catarina. Presentes no cotidiano porto-alegrense e gaúcho há quase oito décadas, os emblemáticos pacotinhos de massa folhada frita, no entanto, têm uma história desconhecida do grande público – que inclui a receita guardada a sete chaves e muitas tentativas de compra da marca por grandes indústrias. O futuro da empresa, conta o diretor-presidente Augusto Nogueira, inclui modernização da fábrica na Capital e novos sabores para o clássico.

RELACIONADAS
;

Esqueceu sua senha?

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.