Reportagem

TRF4 derruba liminar e mantém posse da chapa 3 do Cremers

Change Size Text
TRF4 derruba liminar e mantém posse da chapa 3 do Cremers Eleição no Cremers teve mais de 27 mil votantes | Foto: Divulgação / Cremers

Desembargador acolheu recurso do Conselho Federal de Medicina e respaldou resultado da eleição da autarquia. Posse está marcada para 1º de outubro

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) suspendeu a liminar que impedia a posse da chapa que venceu as eleições do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers). A partir da decisão desta quinta-feira do desembargador Marcos Roberto Araújo dos Santos, ficou mantida a posse da futura diretoria para  1º de outubro. 

Publicidade

Santos acolheu o recurso que havia sido protocolado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) no TRF4. O mérito da decisão ainda será analisada por um colegiado do tribunal. Não há, porém, uma data para que isso ocorra. 

A posse da chapa 3, vencedora da eleição do Cremers, estava suspensa pela Justiça desde 5 de setembro, quando uma decisão do juiz federal Felipe Veit Leal, de primeiro grau, acolheu argumentos da chapa 1, ligada ao atual presidente, Carlos Sparta, que ficou em segundo lugar. O grupo alegava irregularidades nas inscrições de integrantes das chapas 2 e 3.

A decisão do desembargador Santos ressalta que a Comissão Nacional Eleitoral (CNE) considerou regulares as inscrições que tinham motivado a ação inicial e, por isso, não cabia à Justiça suspender a decisão das eleições. “Ao contrário do que entendeu o Juízo de primeiro grau, ainda que seja compreensível o ‘prejuízo’ aos agravados, cuja Chapa tivera menos votos que a Chapa sagrada vencedora, e possivelmente venceria o pleito se mantidas impugnadas as candidaturas”, escreveu o desembargador. “Além do mais, os candidatos que ora foram impugnados, à míngua de outros eventuais impedimentos, poderão participar novamente no pleito, não sendo razoável, nem proporcional, pelos motivos aventados, refazer todo o certame.”

“Felizmente foi cassada a liminar e se fez justiça. Agora vamos tomar posse. Vencemos no voto e vencemos na Justiça”, comemorou o médico Eduardo Trindade, integrante da chapa 3. Em paralelo à ação do CFM, advogados da chapa 3 entraram com um pedido de reconsideração junto ao juiz de primeiro grau, que ainda não se manifestou a respeito.  

Numa eleição com participação recorde de médicos do Estado – mais de 27 mil votaram –, a chapa 3 venceu por 200 votos a mais, obtendo 10.200 votos, ante 10.000 da chapa 1 e 4.142 da chapa 2. Na posse dos novos conselheiros em 1º de outubro, um domingo, serão também definidos entre os 20 integrantes da futura diretoria os ocupantes dos cargos de presidente, vice, primeiro e segundo secretários, corregedor e subcorregedor. Os mandatos dos conselheiros nos cargos dentro de cada gestão da autarquia duram 20 meses.


Fale com o repórter: [email protected]

Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para o interesse público da nossa cidade sejam abordados: apoie-nos financeiramente!

O que nos permite produzir reportagens investigativas e de denúncia, cumprindo nosso papel de fiscalizar o poder, é a nossa independência editorial.

Essa independência só existe porque somos financiados majoritariamente por leitoras e leitores que nos apoiam financeiramente.

Quem nos apoia também recebe todo o nosso conteúdo exclusivo: a versão completa da Matinal News, de segunda a sexta, e as newsletters do Juremir Machado, às terças, do Roger Lerina, às quintas, e da revista Parêntese, aos sábados.

Apoie-nos! O investimento equivale ao valor de dois cafés por mês.
Se você já nos apoia, agradecemos por fazer parte da rede Matinal! e tenha acesso a todo o nosso conteúdo.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já nos apoia, agradecemos por fazer parte da rede Matinal! e tenha acesso a todo o nosso conteúdo.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Gostou desta reportagem? Ela é possível graças a sua assinatura.

O dinheiro investido por nossos assinantes premium é o que garante que possamos fazer um jornalismo independente de qualidade e relevância para a sociedade e para a democracia. Você pode contribuir ainda mais com um apoio extra ou compartilhando este conteúdo nas suas redes sociais.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! Faça login e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
RELACIONADAS
;

Esqueceu sua senha?

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.