Ensaio

Victoria Ocampo, feminista

Change Size Text
Victoria Ocampo, feminista Victoria Ocampo, imagem de Juliana Rosato para o jornal argentino Página 12

Alguns capítulos atrás, prometi contar o que Paul Groussac disse a Victoria Ocampo quando ela lhe mostrou seu ensaio sobre Dante. O episódio ilustra bem a hostilidade do mundo letrado à presença feminina. Groussac, francês radicado na Argentina desde os anos 1860, foi diretor da Biblioteca Nacional de 1885 a 1929, ano de sua morte. É um daqueles europeus aclimatados, como ironizou Ricardo Piglia, em Respiração artificial: intelectuais que em seus países de origem eram peças secundárias e que uma vez instalados na Argentina viram “árbitros da vida cultural”[1]. Victoria estava escrevendo De Francesca a Beatrice – o ensaio que publicaria em 1924 e cuja segunda edição sairia na Revista de Occidente, de Ortega y Gasset, em 1928 – e resolve submeter o texto à avaliação do ilustre diretor. Ele diz que muito já se escreveu sobre a Divina comédia e que se ela não tivesse um enfoque original ou dado inédito, era melhor deixar o texto em paz. Também a acusou de pédantesque e aconselhou que escrevesse sobre um tema mais ao seu alcance, mais pessoal.

Publicidade - ZapMatinal Publicidade
O acesso a esse conteúdo é exclusivo aos assinantes premium do Matinal. É nossa retribuição aos que nos ajudam a colocar em prática nossa missão: fazer jornalismo e contar as histórias de Porto Alegre e do RS.

 

 
 
 

 

 

 

 
 
 

 

 
conteúdo exclusivo
Revista
Parêntese


A revista digital Parêntese, produzida pela equipe do Matinal e por colaboradores, traz jornalismo e boas histórias em formato de fotos, ensaios, crônicas, entrevistas.

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

RELACIONADAS
ASSINE O PLANO ANUAL E GANHEUM EXEMPLAR DA PARÊNTESE TRI 1
ASSINE O PLANO ANUAL E GANHEUM EXEMPLAR DA PARÊNTESE TRI 1

Esqueceu sua senha?

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.