Agenda | Notas | Teatro

“A Mulher que Queria ser Micheliny Verunschk” estreia no Estúdio Stravaganza

Change Size Text
“A Mulher que Queria ser Micheliny Verunschk” estreia no Estúdio Stravaganza Foto: Vilmar Carvalho

Na quarta-feira (6/12), às 20h, estreia o novo espetáculo da Cia. Stravaganza, A Mulher que Queria ser Micheliny Verunschk, romance de Wilson Freire. O espetáculo estará em cartaz de quarta a sábado no Estúdio Stravaganza, até dia 16 de dezembro, sempre às 20h, com entrada franca. Estão programadas, ainda, quatro sessões fechadas apenas para público feminino.

Na peça, a protagonista Micheliny traz ares marítimos de uma mulher que, desde pequena, só conhece a dor. Adolescente, foi apresentada ao sexo de jeito forçado. Crescida, quis ser escritora. Achava que as pessoas aprendiam a ler olhando as letras, as palavras dos livros e elas pulavam para dentro dos olhos e saíam pela boca. A personagem é um “porto sem cais”, vê a vida passar e sumir no mar, em constante imobilidade, mas sua imaginação é gigante.

Porém, como sem um nome à altura dessa enorme tarefa, um pseudônimo de escritora? Que mulher você é? Qual a roupa que te veste? Que mulher você gostaria de ser? Essas são algumas das perguntas que tensionam o romance e consequentemente a encenação.

A Mulher que Queria ser Micheliny Verunschk tem dramaturgia de Fernando Kike Barbosa, Adriane Mottola, Angela Spiazzi e Sandra Possani, cenário de Rodrigo Shalako, figurino de Liane Venturella, Iluminação e Videografia de Ricardo Vivian e cena sonora de Álvaro Rosacosta. A realização é da Cia. Stravaganza, produção de Amora Produções Culturais e assistência de produção de Hênrica Ferreira.

quarta-feira, 06 a 16 de dezembro de 2023 | 20h00

Estúdio Stravaganza (Rua Dr. Olinto de Oliveira, 68 – Bairro Santana)

Entrada gratuita, mediante retirada de senha uma hora do espetáculo

Muito legal ficar sabendo de tudo o que acontece na cidade, né?
Este conteúdo é exclusivo para assinantes e é por causa da sua valiosa contribuição que você tem acesso a tudo o que está rolando de mais legal nas artes, e isso tudo através da curadoria do jornalista Roger Lerina. Se você valoriza este conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais para que mais gente tenha contato com o melhor da Cultura.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos. Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

RELACIONADAS
PUBLICIDADE

Esqueceu sua senha?