Agenda | Música

Músico The White Buffalo se apresenta no Opinião

Change Size Text
Músico The White Buffalo se apresenta no Opinião Opinião/Divulgação

A primeira turnê do músico estadunidense The White Buffalo pelo Brasil vai passar em Porto Alegre. O artista vai se apresentar no Opinião, no dia 13 de dezembro, a partir das 21h.
 
Influenciado pelo folk de Bob Dylan e Leonard Cohen, assim como pelo country de Nashville e pelo rock genuinamente norte-americano, o cantor e compositor virá ao país para dar continuidade à divulgação do seu mais recente trabalho de estúdio, intitulado Year of the Dark Horse, lançado em 2022. No repertório, também estarão outras faixas emblemáticas da sua carreira, que está perto de completar 25 anos, como Oh Darlin’ What Have I Done, The Pilot, The Whistler e Into the Sun.
 
O baixista, tecladista e guitarrista Christopher Hoffee e o baterista Matt Lynott acompanharão The White Buffalo no Brasil. A turnê conta ainda com datas em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Curitiba.


Atendendo pelo pseudônimo The White Buffalo, o cantor/compositor/guitarrista norte-americano Jake Smith está na estrada desde 2002. Influenciado majoritariamente pelo folk e pelo country, o norte-americano cresceu também ouvindo rock e punk, sobretudo depois de se mudar do Oregon para a Califórnia ainda durante a adolescência.
 
As canções de Smith, marcadas pela sua voz grave, rouca e melódica, já serviram de trilha sonora para diversas séries mundialmente aclamadas, como Sons of Anarchy, Californication, Punisher e This Is Us. Antes mesmo de gravar o seu disco de estreia, The White Buffalo teve uma das suas primeiras composições, intitulada Wrong, incluída no filme de surfe Shelter.
 
Com uma discografia iniciada com o cult Hogtied Like a Rodeo (2002) e que hoje soma mais de 10 títulos, Smith era garçom em São Francisco, tocando violão apenas esporadicamente, antes de se tornar um artista. Year of the Dark Horse, distribuído pela Universal Music, é o seu trabalho de estúdio mais recente.
 
“Eu queria, com esse álbum, algo fora do que já fiz. Eu queria me abrir. É difícil colocá-lo em um gênero singular, pois há elementos e influências de Daniel Lanois, Tom Waits, The Boss, circo, música pirata e iate rock. Estou empurrando tudo isso de uma maneira que nunca fiz antes”, disse o cantor à época do lançamento do álbum.

sexta-feira, 13 de junho de 2024

Muito legal ficar sabendo de tudo o que acontece na cidade, né?
Este conteúdo é exclusivo para assinantes e é por causa da sua valiosa contribuição que você tem acesso a tudo o que está rolando de mais legal nas artes, e isso tudo através da curadoria do jornalista Roger Lerina. Se você valoriza este conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais para que mais gente tenha contato com o melhor da Cultura.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

RELACIONADAS
PUBLICIDADE

Esqueceu sua senha?