Música | Notas

Zélia Duncan celebra seus 40 anos de carreira com álbum em homenagem a Alzira E

Change Size Text
Zélia Duncan celebra seus 40 anos de carreira com álbum em homenagem a Alzira E Pedro Franco e Zelia Duncan. Foto: Pedro Colombo/Divulgação

Zélia Duncan conta o início da sua carreira a partir de 1981, aos 16 anos, quando subiu ao palco pela primeira vez. A estreia foi na Sala Funarte em Brasília após ter vencido um concurso em que os participantes se inscreviam enviando uma fita k7.

O Prêmio era justamente cantar acompanhada por músicos profissionais. Embora tenha se tornado um nome conhecido nacionalmente em 1994, com o estouro da canção Catedral, Zélia canta há 40 anos.

Publicidade

Entre as muitas nuances da carreira, destaca-se a relação especial que a cantora construiu com São Paulo e seus compositores. Fã de Itamar Assumpção começou a cantar as suas canções logo nos primeiros shows e dedicou um álbum e show inteiros em sua homenagem. Absorveu a obra de Luiz Tatit na forma de um espetáculo original, no interstício entre o teatro e a música, palavra cantada, falada e voando.

Este disco em homenagem a Alzira E de certo modo completa uma trilogia em homenagem a São Paulo, para onde a cantora acaba de se mudar. Alzira é sul mato-grossense, mas vive em São Paulo há décadas. Tem a sua obra entrelaçada com parceiros como os poetas Arruda, Alice Ruiz e o próprio Itamar Assumpção.

A sua sonoridade, seus riffs e levadas já eram parte do universo de Zélia, que tem apresentado canções de Alzira E em shows ao longo da carreira.

O convite para gravar o disco veio de Marcio Debellian e do DJ Zé Pedro, criadores do projeto Joia ao Vivo, que produz álbuns a partir de encontros artísticos. Este é o 4º disco do projeto. 

Para o desafio de criar o álbum, Zélia convidou um músico prodígio da nova geração: Pedro Franco, gaúcho de 29 anos, que neste disco toca violão, baixo, guitarra, bandolim e violino. Para a produção musical, convocou a sua amiga e parceira, Ana Costa.

O álbum, batizado de Minha Voz Fica, verso de uma parceria inédita entre Zélia e a homenageada Alzira, estará disponível em todas as plataformas digitais a partir de 5 de fevereiro. O primeiro single, Beijos Longos, foi lançado nas plataformas no dia 22 de janeiro.

Na véspera do lançamento do disco, 4 de fevereiro, quinta será exibido um especial com a apresentação do repertório e imagens dos bastidores da criação do disco. O link para assistir será divulgado nas redes do projeto e da artista. A filmagem tem direção de Marcio Debellian.

No segundo semestre, a cantora lança um disco apenas com repertório autoral e prepara outras novidades para celebrar o aniversário de carreira.

Capa. Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Esqueceu sua senha?