Artes Visuais | Notas | Teatro

28º Porto Alegre em Cena anuncia programação em formato híbrido

Change Size Text
28º Porto Alegre em Cena anuncia programação em formato híbrido "Voluntários da Pátria" Foto: Gabriehl Oliveira

Pela primeira vez completamente gratuito, o festival Porto Alegre em Cena ocorre entre 19 e 31 de outubro, de forma virtual e também presencial ao longo dos 13 dias, com atividades de grupos internacionais, nacionais e locais em mostras, oficinas, exposições e espetáculos.  

Pensando no longo período de distanciamento social, as exibições presenciais não terão transmissão e isso é proposital. “Queremos que o público tenha a oportunidade de viver aquele momento de forma completa, com todos os cuidados fundamentais que estamos tomando. É algo valioso ver de perto, sentir a arte novamente, que faz tanta falta na vida de todos nós”, afirma Fernando Zugno, diretor geral do Porto Alegre em Cena.

Dois grandes artistas terão suas obras expostas em dois lugares emblemáticos da cidade. Entidades, pintura feita por Jaider Esbell, consiste em cobras infláveis que estarão expostas no espelho d’água do parque da Redenção. Outra exposição importante será um quadro feito por Xadalu, Nhe ´ery – Existe uma Cidade Sobre Nós, misturando arte urbana e indígena por meio de fatos históricos, instalado no Theatro São Pedro. 

Entre a programação internacional são cinco espetáculos: Colômbia (Infinitos), Chile (Ela e os Porcos), Argentina (Como as Coisas Chegaram até aqui) e Reino Unido (Metaverse: estamos no fim de algo). Ainda em parceria com o Brasil, o espetáculo A Arma é a Parte do Corpo, que será ao vivo, com Pedro Granato apresentando diretamente de São Paulo, enquanto Ruth Osterman, israelense, diretamente de Londres, simultaneamente.  

Os espetáculos locais foram divididos em duas categorias: Performances Urbanas e Performances Digitais. São eles Anatomia Temporária, Respira! Não Pira!, Voluntários da Pátria, Kuumba e Bando, nas performances urbanas. E A Última Negra, Sr. Esquisito, Co Ês, De La Mancha e Quase Corpos dentre as performances digitais. 

Pelo segundo ano, o tradicional Ponto de Encontro ocorrerá como um programa diário, integrando a programação do festival, transmitido ao vivo, pelo canal do YouTube, diretamente da Fábrica do Futuro, às 11h. O programa será disponibilizado na plataforma Cubo Play e terá audiodescrição, tradução e interpretação em Libras. A novidade desta edição será o quadro Reflexão em Cena, que receberá debates com atrações e convidados. O programa será disponibilizado também em versão áudio, gratuitamente no Spotify. 

A Mostra Universitária, novidade esse ano na programação, é uma parceria entre o Porto Alegre em Cena, UERGS e UFRGS, e 16 grupos, compostos por estudantes de ambas as entidades, irão apresentar suas criações digitais, concebidas durante a pandemia. O festival também contará com cinco oficinas para o público geral, em formatos online e presencial, com inscrições a partir de 04 de outubro. A programação será enriquecida com episódios da Crônica do Amanhã, podcast de ficção e dramaturgias pensadas especialmente para esse momento.

RELACIONADAS

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito