Cinema | Evento | Notas

Fantaspoa divulga os filmes premiados de sua 20ª edição

Change Size Text
Fantaspoa divulga os filmes premiados de sua 20ª edição "Júpiter". Foto: Fantaspoa/Divulgação

O Fantaspoa, considerado o maior festival de cinema dedicado ao gênero fantástico da América Latina, encerrou sua 20ª edição com grande sucesso e uma participação recorde do público. Durante os 19 dias de evento, realizado entre os dias 10 e 28 de abril, os cinéfilos de Porto Alegre se reuniram para celebrar o cinema de horror, ficção científica, fantasia e todos os seus subgêneros. Neste programação diversificada contou com 41 estreias mundiais.

O 20º Fantaspoa teve suas exibições em quatro espaços – Cinemateca Capitólio, Cinemateca Paulo Amorim, Instituto Ling e Cine Cult Victória – e promoveu 64 debates, quatro masterclasses, seis sessões musicadas e três festas, atingindo o número de 13 mil espectadores em suas atividades presenciais. Um número recorde de 237 filmes integrou a programação do festival, sendo que 92 destes estiveram disponibilizados gratuitamente na plataforma virtual Darkflix+, que alcançou 313.293 visualizações durante o período do festival.

Confira abaixo a relação dos premiados nas categorias competitivas do 20º Fantaspoa: Internacional, Ibero-Americana, Nacional, Low Budgets Great Films, Animação, Documentário e Curtas-Metragens.

“O Sapo-Boi”. “Júpiter”. Foto: Fantaspoa/Divulgação

Mostra de Curtas-Metragens

(Júri: Jaime Arnaiz, Frederico Franco e Felipe Iesbick)

Melhor curta nacional: Coletânea de Histórias Extremamente Curtas, de Pedro Fraga Villaça

Melhor curta internacional de animação: Wander to Wonder, de Nina Gantz

Melhor curta internacional em live-action: Cultes, de David Padilla

Prêmio Mèliés d’Argent: Sincopat, de Pol Diggler

Menções honrosas:

Olho Ruim, de Nícolas Lobato

Deadline, de Idan Gilboa

Cut Me If You Can, de Nicolas Polixene e Sylvain Loubet dit Gajol

The Cost of Flesh, de Tomas Palombi

Mostra de Documentários

(Júri: Fabian Forte, Gonzalo López Gallego e Nicanor Loreti)

Melhor filme: Enter the Clones of Bruce, de David Gregory

Mostra de Animação

(Júri: Laura Aguerrebehere, Neal Dhand e Edu K)

Melhor Filme: Demigod: O Início da Lenda, de Chris Huang Wen-Chang

Mostra Madrugadão

(Júri: Mike McCutchen, JJ Weber e Mike McCutchen)

Melhor filme: Blind Cop 2, de Alec Bonk

Mostra Nacional

(Júri: Gonzalo Quintana, Hernán Quintana e Bianca Temperini)

Melhor filme: Mais Pesado É o Céu, de Petrus Cariry

“Mais Pesado É o Céu”. “Júpiter”. Foto: Fantaspoa/Divulgação

Mostra Low Budgets Great Films

(Júri: Dominic Hardy, Justin Hardy e Chris Nunn)

Melhor filme: Self Driver, de Michael Pierro

Mostra Competitiva Ibero-Americana

(Júri: Patrícia Barbieri, Marcio Reolon e Filipe Matzembacher)

Melhor filme: O Sapo-Boi, de Augusto Sinay

Melhor direção: Juan González e Nando Martínez, por O Fantástico Caso do Golem

Melhor roteiro: Augusto Sinay, por O Sapo-Boi

Melhor ator: Víctor Clavijo, por A Espera

Melhor atriz: Julia Martínez Rubio, por Biônica

Menção honrosa:

Pela sensível construção de retratos de seus personagens através de apuradas direção, fotografia e arte, o júri concede uma menção especial para Cidade Oculta

Mostra Competitiva Internacional

(Júri: Sylvia Caminer, Fernando Sanches e Dane Taranha)

Melhor filme: Júpiter, de Benjamin Pfohl

Melhor direção: Vardan Tozija, por M

Melhor roteiro: Makoto Ueda, por Rio

Melhor ator: Ryan Ward, por Filha do Sol

Melhor atriz: Sophie Colon, de A Síndrome do Verão Interminável

Melhor fotografia: Lílis Soares, por Mami Wata

Melhores efeitos especiais: Dorian Cleavenger e Steve Johnson, por O Velociraptor Invisível

Melhor direção de arte: Evelyna Darzenta e Martins Straupe, por A Luta Invisível

Menções honrosas:

Três grandes atrizes de Sem Segredos: Jana Plodkováa, Milena Steinmasslováa e Magdaléena Borovaá

Pandemonium, por ser um genuíno filme de horror

Júpiter, por melhor elenco

RELACIONADAS
PUBLICIDADE

Esqueceu sua senha?