Cinema | Notas | Série | Televisão

Revista digital destaca a trajetória de Jorge Furtado

Change Size Text
Revista digital destaca a trajetória de Jorge Furtado Almanaque21/Divulgação

Jorge Furtado completou 65 anos em junho, e, para comemorar a data, a Almanaque21 produziu uma edição especial com artigos sobre os filmes comandados pelo cineasta gaúcho – entre curtas e longas. Desde o primeiro curta, Temporal (1984), passando por O Dia em que Dorival Encarou a Guarda (1986), Ilha das Flores (1989), O Homem que Copiava (2003), O Mercado de Notícias (2015) e culminando em Vai Dar Nada (2022), são 25 produções dirigidas por Furtado que ganham atenção especial nas páginas da revista.

Escrita pelo jornalista e crítico de cinema Rodrigo de Oliveira, filiado à Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul (ACCIRS) e à Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine), a revista digital conta com 88 páginas. Sobre a escolha do tema, Rodrigo comenta: “Essa é a nossa terceira edição voltada a um diretor – Steven Spielberg e Martin Scorsese vieram antes –, e, quando pensei em escrever sobre o trabalho de algum cineasta brasileiro, Jorge Furtado logo veio à mente. Acompanho a carreira dele desde muito jovem, com A Comédia da Vida Privada, um dos primeiros programas que virei fã na televisão. Com uma rápida pesquisa no começo de 2024, me dei conta que ele não só faria um aniversário importante, 65 anos, como sua carreira cinematográfica estava completando 40 anos, com o lançamento em 1984 do curta Temporal (assinado ao lado de José Pedro Goulart). Pareceu a data perfeita para a homenagem”.

Nos artigos, Rodrigo de Oliveira traz muitas curiosidades, extraídas de entrevistas e comentários que Furtado deu durante a carreira – algumas delas para o próprio jornalista –, informações da Casa de Cinema de Porto Alegre, notícias de jornais e sites, misturadas a um texto crítico. Esse é o estilo das edições temáticas da Almanaque21, que chega ao seu número 74 depois de oito anos desde sua criação.

Para a arte da capa, que une personagens marcantes da carreira do diretor com ele ao centro de tudo, a Almanaque21 chamou o quadrinista e game designer Róger Goulart. É a quarta capa do artista para a revista, com ele tendo assinado as artes das edições especiais sobre Martin Scorsese e Steven Spielberg, além da revista digital sobre a série Um Maluco no Pedaço.

O conteúdo da Almanaque21 é pago, mas os valores são bem abaixo de qualquer revista em circulação atualmente. A edição avulsa, no site almanaque21.com.br, sai por apenas R$ 9,90.

É possível assinar a publicação e receber os PDFs mensalmente via apoia.se/almanaque21, com o valor mínimo de contribuição de R$ 8. A Almanaque21 também pode ser lida em bancas digitais, como a Claro Banca, Aya Bancah e Uol Leia+

RELACIONADAS
PUBLICIDADE

Esqueceu sua senha?