Agenda, Reportagens, Teatro

“Classe Cordial” reflete sobre exclusão manicomial

Change Size Text
“Classe Cordial” reflete sobre exclusão manicomial Foto: Deborah Finocchiaro

Viabilizado pela Lei Aldir Blanc, o espetáculo de videoteatro Classe Cordial estreia segunda-feira (23/8), às 19h, em temporada que segue até 14 de setembro. A montagem é uma parceria do Coletivo Nômade de Teatro e Pesquisa Cênica com a Companhia de Solos & Bem Acompanhados e tem direção de Jardel Rocha, dramaturgia de Thiago Silva e atuação de Deborah Finocchiaro. “O nome do espetáculo vem da ideia de que o povo brasileiro é cordial, amigável, receptivo, festivo, hospitaleiro e que lida muito bem com as diferenças. Mas sabemos que as coisas não são bem assim. A história do nosso país mostra que, muitas vezes, o lugar do diferente é o longe, o trancado, o recluso e, de preferência, bem calado”, conta o diretor.

Foto: Deborah Finocchiaro

Classe Cordial tem como foco a exclusão de pessoas – em especial, de mulheres – e a violência estrutural de instituições manicomiais, objeto da luta antimanicomial e da reforma psiquiátrica no país.Para abordar essas temáticas, o grupo contou com a assessoria da psicóloga Gabriela Touguinha, que atua no Hospital Psiquiátrico São Pedro. O grupo também pesquisou estudos e obras como Holocausto Brasileiro, livro da jornalista Daniela Arbex, que investiga a morte de 60 mil pessoas no Centro Hospitalar Psiquiátrico de Barbacena (MG), no qual não só pacientes com diagnóstico de doença mental como milhares de pessoas que escapavam a certos padrões sociais eram vítimas de negligência e maus tratos. “Mães solteiras, jovens adolescentes que transaram antes do casamento, prostitutas… Toda sorte de pessoas que não se enquadrava no normal”, exemplifica o dramaturgo Thiago Silva.

Foto: Deborah Finocchiaro

Finocchiaro conta que, mais do que interpretar uma personagem, sua atuação no espetáculo tem mais a ver com incorporar vozes: “É mais um arquétipo ou representação das figuras que vivem esse drama, que têm suas vidas ceifadas por não estarem dentro de um padrão. Qualquer um de nós, dependendo do contexto em que estivesse inserido, poderia ser considerado louco e ser eliminado”.

[Continua...]

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

segunda-feira, 23 a 14 de setembro de 2021 | 19h00

Muito legal ficar sabendo de tudo o que acontece na cidade, né?
Este conteúdo é exclusivo para assinantes e é por causa da sua valiosa contribuição que você tem acesso a tudo o que está rolando de mais legal nas artes, e isso tudo através da curadoria do jornalista Roger Lerina. Se você valoriza este conteúdo, compartilhe nas suas redes sociais para que mais gente tenha contato com o melhor da Cultura.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito