Matinal News

Auxílio emergencial gaúcho é aprovado

Change Size Text
Auxílio emergencial gaúcho é aprovado

Ampliado por deputados, o projeto do Governo do Estado que cria a Renda Emergencial no RS foi aprovado por unanimidade ontem à noite pela Assembleia Legislativa. A proposta prevê um investimento de 107 milhões de reais para repasse de caráter excepcional na forma de subsídio a trabalhadores que perderam emprego e empresas dos setores de alimentação, alojamento e eventos, além das mulheres chefes de família em situação de extrema pobreza. Nas contas do Piratini, o projeto atingirá 104,5 mil beneficiários. O texto ainda precisa ser sancionado pelo governador Eduardo Leite (PSDB), que estima que a transferência ocorra em no máximo 45 dias.  

Aprovado projeto que reduz taxas de licenciamento do Detran – Trancando a pauta desde a semana anterior, o projeto que altera as taxas de licenciamento do Detran foi aprovado pela Assembleia Legislativa. A proposta do Executivo recebeu 52 votos favoráveis e nenhum contrário. A partir do parecer favorável, a iniciativa estabelece que veículos com menos de 15 anos terão a tarifa anual no Estado reduzida de 94 reais para 66 reais. O projeto também está alinhado aos avanços tecnológicos e às mudanças na legislação, que extinguiram o documento em papel-moeda e a necessidade de envio pelo correio. Outra modificação importante é a unificação do preço para alteração de registro do veículo no momento da transferência de propriedade.

Publicidade
Publicidade

Bancada gaúcha vota a favor de projeto que libera compra de vacinas por empresas – A maioria dos deputados federais gaúchos deu aval à aprovação do texto-base do projeto que libera a compra de vacinas por empresas privadas. Dentre os parlamentares do Estado, foram 20 votos favoráveis e oito contrários – no placar geral, a matéria foi aprovada por 317 a 120. O texto manteve a exigência de doação ao SUS, mas permite que firmas apliquem a mesma quantidade doada em seus funcionários, mesmo enquanto o governo ainda estiver vacinando grupos prioritários. O projeto, que autoriza a compra de vacinas que ainda não tenham registro ou autorização da Anvisa, seguirá para o Senado. Longe de ser consenso, a proposta é criticada por especialistas, que apontam problemas éticos e sanitários.

Melo elabora documento que defende o funcionamento de cidades de segunda a segunda – Presidente da Granpal, o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB), um dos maiores críticos do fechamento das atividades no Rio Grande do Sul, quer que os municípios passem a funcionar de “segunda a segunda”. Melo, com auxílio de outros prefeitos da região, começou a elaborar um documento que defende a extinção de limites de horário de funcionamento das atividades essenciais, previstos no modelo de distanciamento controlado. Ele sustenta a possibilidade de abertura nos finais de semana e deseja que o texto tenha peso no próximo decreto a ser editado pelo governo estadual.

Vacina, sim!

O cronograma de vacinação contra a Covid-19 não sofreu alterações de ontem para hoje e idosos de 65 anos ou mais continuam a receber as doses. A aplicação ocorre em 38 unidades de saúde e três pontos de drive-thru. 

Outros links:

  • Mais de 92 mil frascos de medicamentos que compõem o “kit intubação” começaram a ser entregues no RS. O montante chegará a 69 hospitais com sedativos e bloqueadores neuromusculares usados em pacientes com quadro grave.
  • Cremers investiga a conduta do médico que aplicou nebulização de hidroxicloroquina em paciente com Covid-19 em Alecrim.
  • A primeira-dama de São Jorge, Alzemir Maria Belin, de 71 anos, morreu de Covid-19. Ela faleceu 20 dias depois do marido, Jorge Postal, que perdeu a vida para a doença no dia 14 de março.
  • Em razão do surto de Covid-19 no Grêmio, autoridades equatorianas não permitiram que o jogo contra o Independiente del Valle fosse realizado hoje em Quito. A partida acabou transferida para sexta, em Assunção. 
  • Ex-reitor da UFPel, Pedro Halllal recebeu a Medalha do Mérito Farroupilha ontem à tarde, em cerimônia que contou com discursos de Eduardo Leite e Fernando Haddad (PT).
  • A CCJ da Assembleia Legislativa deu parecer favorável ao projeto que prevê o fim da aposentadoria de ex-governadores do RS. A proposição, de autoria do deputado Pedro Pereira (PSDB), está em discussão desde 2015.
  • O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, decidiu intervir no diretório da sigla em Porto Alegre. Jefferson optou por suspender os atuais dirigentes (🔒) de atividades partidárias e impedir que falem em nome do partido.
  • As cidades de Uruguaiana, Pelotas, Santa Maria e Santo Ângelo foram escolhidas para ganhar voos diretos para São Paulo. As viagens devem ocorrer a partir de setembro deste ano.
  • Três livrarias no RS entrarão no leilão de 339 milhões de reais da Saraiva (🔒), que está em recuperação judicial e usará este dinheiro para pagar credores. 
  • Um novo reservatório de água irá atender mais de 80 mil pessoas na zona Leste de Porto Alegre. Segundo a prefeitura, a obra foi feita para melhorar o abastecimento nos bairros Partenon e Agronomia.

Cultura

Cerimônia de despedida

Foto: California Filmes/Divulgação

Dirigido por Roger MichellA Despedida (2019) apresenta um drama familiar com elenco encabeçado por Susan SarandonSam NeillKate Winslet e Mia Wasikowska. O longa acomoda em uma confortável casa na beira da praia nos Estados Unidos a história de uma família que se reúne para passar o último final de semana de vida da matriarca –  ela sofre de uma doença degenerativa e optou pelo suicídio assistido. Susan Sarandon encarna Lily, mulher espirituosa e vivaz que decide ao lado do marido Paul (Neill) abreviar a agonia que se anuncia à medida que vai gradativamente perdendo o controle do próprio corpo. Leia a resenha de Roger Lerina.

Agenda (🔒)

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.


Você viu?

Por inclusão, empatia e respeito, uma mãe decidiu criar uma música e personalizar o próprio carro para um projeto sobre autismo. A inspiração de Érika Rocha teve origem no amor, em sua própria filha, Angelina Luz, que tem o Transtorno do Espectro Autista. Ao lançar um projeto no Dia Mundial de Conscientização do Autismo, Érika tem a intenção de levar ao público informações e detalhes de quem tem o distúrbio. Além da iniciativa, ela coloriu o capô do seu carro, um Chevrolet Corsa, com um quebra-cabeça e ainda colocou a frase: “Autistas diferentes, não incapazes”. A ação é ainda embalada pela canção “Meu Mundo Azul”, composta por Érika e interpretada por Serginho Moah, Tonho Crocco, Tom Rezende, Gustavo Quadros e Marcos Jobim.

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.