Matinal News

TCE suspende julgamento sobre privatização da Corsan

Change Size Text
TCE suspende julgamento sobre privatização da Corsan Foto: Divulgação / Corsan

A 1ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado suspendeu o julgamento que trata da privatização da Corsan, depois de mais de quatro horas de sessão, nesta terça-feira. No momento em que foi interrompido, por conta de pedido de vista do conselheiro Renato Azeredo, os outros dois votos da Câmara, da conselheira relatora, Ana Cristina Moraes e do presidente da Câmara, Estilac Xavier, haviam sido pela anulação do leilão da empresa, ocorrido no ano passado. Ana Cristina defendeu a anulação do leilão, devendo ser repetido somente após a correção dos valores, além de outras medidas que envolvem políticas de saneamento básico e esgotamento. Na mesma sessão, o Sindicato dos Engenheiros e o Sindiágua se manifestaram, assim como advogados da bancada do PT, com questionamentos quanto ao valor pelo qual a operação foi realizada – 4,1 bilhões de reais, 1,15% acima do lance mínimo. A Procuradoria-Geral do Estado, por sua vez, chancelou o valuation usado. O julgamento deve ser retomado em até cinco sessões no TCE.

Prefeitos da Zona Sul do Estado cobram da CEEE Equatorial por dias sem energia – Seis dias depois da passagem de mais um ciclone extratropical, clientes da concessionária permanecem sem luz, sobretudo no sul gaúcho. Representantes da Associação dos Municípios da Zona Sul (AzonaSul) cobraram providências da CEEE Equatorial, em reunião. Pelotas, Canguçu, Arroio Grande, Morro Redondo, Capão do Leão e São Lourenço do Sul são as cidades mais afetadas. “O que nos preocupa é que esses eventos climáticos vão ocorrer com mais frequência. Alertas foram feitos com antecedência pelos meteorologistas. Nos questionamos por que a CEEE Equatorial não se preparou antes, sabendo que os ventos poderiam chegar a 140 km/h”, disse o prefeito do Chuí, Marco Antonio Vasques Barbosa. Desde de terça-feira, mais de 140 equipes trabalham no restabelecimento do serviço. O adicional da força-tarefa trabalhando na resolução dos estragos ultrapassa 30% da equipe emergencial, de acordo com a concessionária. Também o Litoral Norte tinha clientes sem luz até ontem.

Depois de 3,3ºC na terça-feira, meteorologia prevê 30ºC no final de semana – Porto Alegre acaba de registrar a menor temperatura do ano até agora, mas os termômetros sobem gradualmente nos próximos dias: para domingo, a previsão é de 30ºC na Capital, com 28ºC no sábado. Se a máxima não passou dos 14ºC no começo desta semana, a perspectiva é que a mínima seja de 17ºC no domingo. “Estamos passando por essa semana de extremos e isso deverá voltar a ocorrer até o final do inverno”, explicou a meteorologista Estael Sias, da MetSul, ao g1. Um bloqueio atmosférico produzirá dias seguidos de tempo seco, com ventos transportando ar quente do centro do país em direção Sul. A perspectiva é que a anomalia de temperatura, em relação às médias históricas, seja de 10 a 14 graus entre domingo e o começo da próxima semana. Nestes dias de frio, entretanto, os três albergues municipais de Porto Alegre tiveram 76% de suas vagas preenchidas entre a noite da segunda e a madrugada da terça-feira. O número está dentro da média dos últimos dias, segundo a Fundação de Assistência Social e Cidadania.


Matinal Reportagem

Professor bolsonarista demitido da UFRGS tenta reaver cargo

Em uma das disciplinas que ministrava na UFRGS, o advogado Luiz Roberto Padilla divagava sobre humanos de uma espécie mutante e agroglifos, marcas que seriam deixadas em lavouras por aeronaves extraterrestres. Durante o ensino remoto na pandemia, apareceu sem camisa e ministrou uma aula cozinhando.

Relatos como esses constam no processo disciplinar (PAD) que levou à demissão do professor em janeiro deste ano, obtido na íntegra pelo Matinal por meio da Lei de Acesso à Informação. O motivo foi “desídia”, termo dado à prestação negligente e desleixada de um serviço. Na época, o processo correu à revelia do ex-docente, que não respondeu às notificações da comissão formada para julgá-lo em março de 2022.

Agora, o ex-professor tenta reaver o cargo por meio de um mandado de segurança que tramita na Justiça Federal desde o início de junho. Ainda se identificando como docente da UFRGS nas redes sociais, argumentou em seu pedido de liminar que houve “excesso punitivo e injusto” por parte da universidade ao demiti-lo.

Contatado pelo Matinal para falar sobre o PAD que levou à sua dispensa, Padilla não respondeu. Nas redes sociais, o ex-professor é conhecido por ser um bolsonarista de longa data e, até hoje, faz publicações com ataques ao Supremo Tribunal Federal e questiona eficácia das vacinas.

Leia a reportagem completa


Outros links

  • Nesta matéria, GZH aprofunda o projeto da Prefeitura, que visa extinguir nove fundos municipais, de ciclovias a patrimônio. O texto deve ser votado na volta do recesso da Câmara.
  • Sebastião Melo sancionou lei que aumenta os salários de prefeito, vice, secretários e vereadores. Os reajustes valem a partir da próxima gestão, exceto para os secretários, que serão beneficiados desde já.
  • Alunos e professores protestaram contra a falta de professores e estrutura precária no Colégio Inácio Montanha, na Capital. Com telhado danificado, escola estadual apresenta goteiras e problemas na energia elétrica.
  • Negligência semelhante foi relatada em reportagem do Matinal na semana passada. A Escola Estadual Dr. Martins Costa Júnior atende metade dos alunos por conta de problemas causados por uma infiltração nunca consertada.
  • Programa de renegociação de dívidas do governo federal, o Desenrola Brasil começou nesta semana. No RS, o percentual de famílias com contas em atraso atingiu 42,4% no mês passado, o maior patamar desde junho de 2018 (46,2%).
  • GM voltou a paralisar a produção de carros no complexo de Gravataí. A interrupção começou segunda e deve durar pelo menos até sexta.
  • Termina hoje o prazo para participar de seleção do IBGE que prevê 398 vagas temporárias no Estado.
  • Emater também está com processo seletivo aberto, com 98 vagas para quem tem diferentes níveis de ensino.
  • Juremir conta a luta de Zaqueu Kaingang, que precisa de crédito rural para cultivar sua terra. Morador da Terra Indígena Guarita, ele foi prejudicado quando o governo Bolsonaro desautorizou a Funai a assinar cartas de anuência para recorrer ao benefício.

O lugar (nada) comum de João Donato

Foram mais de 70 anos de carreira e inúmeros sucessos de sua autoria. João Donato nos deixou na última segunda-feira, e o nosso colaborador de longa data Álvaro Magalhães presta sua homenagem a esse grande artista da música brasileira.

Trata-se de um lugar comum classificar artistas que ajudaram a modernizar a música popular brasileira em função da Bossa Nova. Fulano é “precursor”, é “pré”, é “pós”, etc. São rótulos de grande poder de comunicação usados para localizar artistas, mas que limitam muito o entendimento de trajetórias e obras. João Donato foi um desses grandes a quem o Brasil tem muito a agradecer em vida e na hora do seu falecimento. 

Leia o texto completo aqui.


Cultura

Omar Sy encarna um pai-coragem em “Herói de Sangue”

Foto: Synapse Distribution

Uma das maiores bilheterias na França neste ano, Herói de Sangue (2022) recupera uma história apagada da memória do país europeu, mas que ressoa até hoje no povo de Senegal. No filme dirigido por Mathieu Vadepied, o astro Omar Sy interpreta um pai senegalês que fará de tudo para salvar seu filho de 17 anos, que foi recrutado à força para lutar pelos franceses na I Guerra Mundial (1914 – 1918). Leia a resenha de Roger Lerina.

Agenda

Às 12h30, o Musical Évora apresenta recital de Anderson de Lima (alaúde) e Andiara Mumbach (soprano) no Foyer Nobre do Theatro São Pedro.

Fundação Ecarta inaugura, às 19h, as exposiçõesSalão das Desclassificadas, de Leonardo FanzelauTraçado, de Nilza Dezordi; e Eu Já Sei Brilhar, do Projeto Potência – às 18h, os artistas participam de conversa com mediação de Walter Karwatzki.

Museu de Arte Contemporânea do RS e a Rede Educativa de Museus e Instituições Culturais de Porto Alegre promovem oficinas gratuitas ao público infantojuvenil nos dias 27, 28 e 29 de junho.

Com shows de Afro-Sul OdomodêBambas da OrgiaImperadores do Samba Velha Guarda Musical da Mangueira, o festival Unimúsica realizará shows nos dias 3, 4, 17 e 18 de agosto no Salão de Atos da UFRGS

Veja a agenda completa


Você viu?

O ponto mais alto da capital está acessível aos porto-alegrenses e turistas por uma trilha organizada por moradores locais e professores da UFRGS. Criado em maio de 2021, o Preserve o Morro Santana leva grupos ao pico no local, a 311 metros de altitude. A iniciativa ajuda a comunidade a resguardar fauna e flora, valorizar a história local e promover a economia do bairro. Além disso, o projeto tem o objetivo de reverter a visão negativa sobre uma área da cidade ainda associada à violência. Estudantes da UFRGS que moram no bairro fazem parte do projeto. Interessados podem entrar em contato por e-mail ([email protected]) ou pelas redes sociais do coletivo (Facebook ou Instagram).

RELACIONADAS
;

Esqueceu sua senha?

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.