Matinal | Matinal News

Novos casos de covid no RS têm salto expressivo na última semana

Change Size Text
Novos casos de covid no RS têm salto expressivo na última semana
A impressão de que mais pessoas estão sendo contaminadas pelo coronavírus começa a ganhar contornos tangíveis no Estado. A média semanal de novos casos subiu de 4 para 53,1 em cada 100 mil habitantes entre os dias 26 de dezembro e 3 de janeiro. O salto levou o Governo do Estado a emitir Avisos a todas as regiões do Rio Grande do Sul – o que, na prática, não significa muita coisa, já que o primeiro nível do Sistema 3As de Monitoramento não impõe obrigação alguma às prefeituras, apenas recomenda que sejam redobrados os cuidados.  Já é registrada maior procura no atendimento médico por sintomas respiratórios em hospitais e unidades de pronto-atendimento de Porto Alegre, onde cresceu 50% o número de pacientes com sintomas gripais nas últimas 24 horas, a maioria com quadros leves. Mesmo assim, alguns postos já registram lotação, por isso a Secretaria Municipal da Saúde recomenda que as pessoas busquem atendimento apenas em casos de emergência. Frente ao novo cenário, a Prefeitura vai ampliar, a partir de sexta-feira, a oferta de testes rápidos de antígeno para 60 unidades de saúde. Com intensa movimentação de turistas, o Litoral Norte é outra região que exige atenção da população e autoridades. Em Capão da Canoa, a média de consultas diárias mais do que dobrou: foi de 40 para cem na comparação entre o início de dezembro e os primeiros dias deste ano.  Ainda que o número de internações e óbitos por covid não esteja acompanhando essa escalada nos municípios gaúchos, a ômicron espalha-se mais rápido. Na Folha de S.Paulo, Pedro Hallal alerta para um cenário que não pode ser descartado: “Se a menor agressividade for compensada por um maior contágio na mesma proporção, o número de óbitos pode seguir alto”. Por outro lado, o epidemiologista lembra que o risco de casos graves com a ômicron é muito mais baixo entre vacinados – e o índice de imunização no Brasil e no RS é bastante alto. Falando nisso, na audiência pública realizada ontem pelo Ministério da Saúde para discutir a vacinação no público infantil, sociedades médicas, Estados e municípios reforçaram a importância de imunizar esse grupo. O que mais você precisa saber Projeto que pode reduzir tarifa das lotações será votado hoje – A Câmara de Vereadores deve votar hoje, durante sessão extraordinária, projeto da Prefeitura que altera a tarifa das lotações em Porto Alegre. Pelo texto, a passagem no transporte seletivo teria o mesmo preço dos ônibus – atualmente em 4,80, mas que deve ser revisado a partir do mês que vem. Uma das emendas ao texto que tramita autoriza o Executivo a reduzir ainda mais a tarifa “para trajetos curtos ou horários de baixa demanda”. Atualmente, o serviço custa 7 reais. O preço das lotações é calculado entre os limites de 1,4 e 1,5 vezes a do ônibus. Menos feminicídios na Capital, mais no RS – A Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Porto Alegre registrou dois feminicídios a menos em 2021 na comparação com o ano anterior – 11 e 9, respectivamente. No mesmo período, a delegacia registrou crescimento no número de prisões de suspeitos […]

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito