Reportagem

Carrefour pagará R$ 115 milhões por ações antirracistas

Change Size Text
Carrefour pagará R$ 115 milhões por ações antirracistas Acordo foi fechado cerca de sete meses depois do assassinato de Beto Freitas em uma unidade da rede (Foto: Marcela Donini)

Valor é R$ 5 milhões inferior ao informado ao mercado na quarta-feira. Mudança gerou críticas de entidades do movimento negro

Seis meses após o assassinato de João Alberto Freitas no estacionamento de uma unidade da Zona Norte do Carrefour em Porto Alegre, o Termo de Ajustamento de Conduta da multinacional foi aceito na noite de sexta-feira, 11 de junho. Pelo acordo, o Carrefour pagará R$ 115 milhões para a promoção de ações antirracistas durante três anos. 

O valor é R$ 5 milhões menor do que o inicialmente acordado e  informado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), conforme antecipou o Matinal na sexta-feira. A empresa disse que a redução foi um “redimensionamento natural durante a negociação”, mas não explicou por que informou o valor de R$ 120 milhões que teria sido provisionado ao mercado na quarta, dia 9. A redução de última hora gerou críticas de entidades do movimento negro. Ainda segundo a empresa, o recuo não compromete as ações acordadas.

O Carrefour também negou o pedido da Educafro de pagar os advogados negros envolvidos na negociação, medida que foi mal vista pelo movimento. “Parecia que o Carrefour havia entendido o que é Racismo Estrutural. Mas com a exclusão dos direitos dos advogados negros do movimento social, parece que não entenderam”, disse o diretor-executivo da Educafro Brasil, Frei David Santos, ao Matinal na quinta-feira. A discussão sobre o pagamento de honorários, porém, não está dentro do TAC, que acabou sendo assinado entre as partes na noite de sexta-feira (11 de junho), e deve ser resolvida em caráter privado entre a entidade e o Carrefour, informou o procurador da República, Enrico Rodrigues de Freitas.

Acordo histórico

Os órgãos públicos que participaram das negociações a consideraram um marco. “O acordo é histórico”, disse o defensor público dirigente do Núcleo de Defesa do Consumidor, Rafael Pedro Magagnin. Segundo Magagnin, o destaque são as verbas destinadas às bolsas de estudos a estudantes negros de graduação e pós-graduação, que somam R$ 74 milhões. “É somente através da educação que promoveremos uma transformação social”, disse. 

O procurador Freitas concorda. “Esse TAC é um paradigma. Não há outro dessa magnitude e desse teor. Ele faz valer o artigo terceiro da Constituição Federal, que promove o bem de todos, sem distinção de cor ou raça, e mostra que a afirmação e promoção dos direitos humanos também se aplicam às empresas”, disse. “Acredito que o acordo será indutor de políticas de inclusão e ações afirmativas em universidades. Muitas delas já têm, mas outras ainda não implementaram, e podem se sentir motivadas a adotar cotas raciais”, disse Freitas. 

O procurador regional dos Direitos dos Cidadãos estima que entre 2 a 3 mil estudantes devem ser contemplados com as bolsas de graduação e pós. As bolsas serão distribuídas por todo o Brasil, mas alunos gaúchos terão 30% dos benefícios garantidos, informou Freitas. “O trabalho começa agora. Vamos criar uma banca para selecionar universidades públicas e privadas que já tenham política de cotas para iniciar esse trabalho”, explica. 

Pelo TAC, caberá ao Carrefour a adoção e execução de um plano antirracista a partir do estabelecimento de ações que vão desde protocolos de segurança, canal de denúncias, treinamentos para dirigentes e trabalhadores em relação a atos de discriminação etc. Conforme o Ministério Público Federal, o valor acordado custeará, além das bolsas, campanhas educativas e projetos sociais de combate ao racismo (R$ 16 milhões), projetos de inclusão social (R$ 10 milhões), entre outros. 

Outro compromisso do Carrefour será a contratação de pessoas negras: 30 mil no período de três anos. Segundo o atacadista, hoje 64% dos profissionais do Grupo se declaram negros ou pardos. Também haverá um programa de estágio e de trainees, com objetivo de acelerar a carreira de 300 profissionais que já atuam na companhia para que alcancem postos de liderança. As indenizações acertadas com a família de Beto Freitas não fazem parte do TAC.

“O termo assinado não reduz a perda irreparável de uma vida, mas é mais uma medida tomada com o objetivo de ajudar a evitar que novas tragédias se repitam”, disse Noël Prioux, presidente do Grupo Carrefour Brasil em comunicado enviado à imprensa. 

Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para a sociedade gaúcha sejam abordados: seja nosso assinante.

Reportagens investigativas e de grande importância para a democracia como esta só são possíveis graças ao investimento dos nossos assinantes premium. Além disso, os nossos assinantes premium têm acesso a todo o conteúdo do Roger Lerina, à revista Parêntese, à versão completa da NewsMatinal, a descontos nos nossos cursos e a muito mais. Com o preço de dois cafezinhos por dia você tem mais informação, cultura e ainda ajuda o jornalismo local independente. Assine!
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! Faça login e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para a sociedade gaúcha sejam abordados: seja nosso assinante.

Reportagens investigativas e de grande importância para a democracia como esta só são possíveis graças ao investimento dos nossos assinantes premium. Além disso, os nossos assinantes premium têm acesso a todo o conteúdo do Roger Lerina, à revista Parêntese, à versão completa da NewsMatinal, a descontos nos nossos cursos e a muito mais. Com o preço de dois cafezinhos por dia você tem mais informação, cultura e ainda ajuda o jornalismo local independente. Assine!
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Gostou desta reportagem? Ela é possível graças a sua assinatura.

O dinheiro investido por nossos assinantes premium é o que garante que possamos fazer um jornalismo independente de qualidade e relevância para a sociedade e para a democracia. Você pode contribuir ainda mais com um apoio extra ou compartilhando este conteúdo nas suas redes sociais.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para a sociedade gaúcha sejam abordados: seja nosso assinante.

Reportagens investigativas e de grande importância para a democracia como esta só são possíveis graças ao investimento dos nossos assinantes premium. Além disso, os nossos assinantes premium têm acesso a todo o conteúdo do Roger Lerina, à revista Parêntese, à versão completa da NewsMatinal, a descontos nos nossos cursos e a muito mais. Com o preço de dois cafezinhos por dia você tem mais informação, cultura e ainda ajuda o jornalismo local independente. Assine!
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
RELACIONADAS

Esta reportagem é financiada pelo investimento de nossos assinantes. Assine o Matinal e ajude-nos a produzir um jornalismo independente e de qualidade.

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.