Artes Visuais, Literatura, Reportagens

“Entre”: Marcelo Armesto dialoga com Italo Calvino na Biblioteca Pública do RS

Change Size Text
“Entre”: Marcelo Armesto dialoga com Italo Calvino na Biblioteca Pública do RS Marcelo Armesto em "Capitular". Reprodução: Calma Lab

Se um visitante numa manhã ou tarde de primavera percorrer as salas da Biblioteca Pública do RS, a experiência no espaço permitirá conhecer as reflexões sobre artes visuais e literatura do artista Marcelo Armesto. A exposição Entre – Inventários de uma Poética será inaugurada hoje (4/11), às 18h30, e segue em cartaz até 4 de dezembro.

Com um título que remete a intervalos, ao mesmo tempo que convida o espectador-leitor a se deixar levar pela exposição, Entre reúne seis trabalhos que reinterpretam – de forma mais ou menos direta – elementos narrativos e gráficos do livro Se um Viajante numa Noite de Inverno, publicado em 1979 pelo escritor italiano Italo Calvino (1923-1985).

“O romance é feito de começos de romances. Nele, a interrupção é o que une a obra e, como numa narrativa romanesca, o corte é o que lança o interesse para o próximo episódio”, explica Armesto. Os saltos e recomeços presentes no conjunto dos trabalhos ganham evidência no vídeo Capitular, gravado na Biblioteca Pública, que mostra o artista lendo em voz alta dez trechos da obra de Calvino, conectados por palavras que se repetem, oferecendo uma nova costura narrativa.

Marcelo Armesto em “Capitular”. Reprodução: Calma Lab

Na mesma sala do vídeo, dispostos sobre arquivos catalográficos da Biblioteca Pública, cadernos de aquarelas da série Vago revelam cores de paisagens inventariadas pelo artista com as devidas coordenadas geográficas, data e hora de execução das pinturas. “O trabalho remete a pontos específicos no tempo e no espaço, e o mobiliário reúne fichas com a localização dos livros dentro da biblioteca”, destaca Armesto, ressaltando um dos diálogos da exposição com o prédio da Biblioteca Pública, instalada desde 1912 na Praça da Matriz.

“Vago”. Foto: Otavio Castedo

“Os trabalhos de Entre envolvem uma relação com a mesa, com a escala do livro, com o arquivo, e são pensados como objetos para a fruição horizontal – com a de uma grande tábua de imagens – mais do que para a observação distante e vertical na parede. A biblioteca, portanto, torna-se o local ideal para este diálogo entre trabalho e público”, completa o artista.

A série Preciso #2, exibida sobre mesas da sala de leitura, apresenta outro inventário: um conjunto de desenhos de folhas de ligustro, mesclando inúmeras possibilidades de representação.

“Preciso #2”. Foto: Marcelo Armesto

No segundo andar, o espectador pode se dedicar à leitura do livro de artista Desmontagem, que reúne diferentes apropriações de Se um Viajante… – por exemplo, uma lista de palavras que aparecem uma única vez no romance, entre outros elementos textuais coletados e organizados a partir da análise de corpus, procedimento utilizado em pesquisas linguísticas, com auxílio de computadores.

Livro “Desmontagem”. Foto: Marcelo Armesto

No mesmo piso, recortes e recriações dos desenhos de observação de conchas compõem a série Monte. O espectador também encontra no segundo andar a montagem de fragmentos de Pretexto #2, que traz detalhes de fontes tipográficas de diferentes edições de Se um Viajante…

“Monte”. Foto: Marcelo Armesto

“Pretexto #2”. Foto: Marcelo Armesto

Os traços são meticulosamente desenhados com a ponta quente de um pirógrafo sobre papel termossensível – antigamente utilizado em máquinas de fax –, em um jogo de escala que aproxima o espectador da materialidade do texto e da letra como unidade mínima da narrativa. “Me interesso pela ideia de um texto latente, fazendo o espectador refletir sobre a possibilidade ou não de decodificá-lo”, comenta Armesto.

[Continua...]

O acesso a esse conteúdo é exclusivo aos assinantes premium do Matinal. É nossa retribuição aos que nos ajudam a colocar em prática nossa missão: fazer jornalismo e contar as histórias de Porto Alegre e do RS.
 
Foto: Guilherme Lund
 
Foto: Cau Guebo
 
Foto: Pedro Mendes
 
Foto: Nilton Santolin
 
Foto: Guilherme Lund
 
Foto: Joel Vargas
 
Foto: Cau Guebo

 

Foto: Nilton Santolin
conteúdo exclusivo
Roger
Lerina.com
Quer saber como faz para curtir esse e outros eventos culturais? Então seja assinante do Matinal Jornalismo. Por menos de um ingressinho de cinema por mês, você tem acesso à agenda cultural mais completa de Porto Alegre e região aqui no site ou direto no seu email todos os dias. Além disso, assinantes do Matinal Jornalismo têm acesso a conteúdos exclusivos do site do Roger Lerina, da revista Parêntese, nossas newsletters diárias, descontos em cursos e livros e ainda muito mais. Assine e contribua para que o jornalismo feito pelo site do Roger Lerina viva e sobreviva! Viva a culutra!

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

RELACIONADAS

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito