Fotografia, Reportagens

As nuvens de escuta do FestFoto POA 2021

Change Size Text
As nuvens de escuta do FestFoto POA 2021 "3 x 4". Foto: Madame Pagu

Em formato totalmente online pelo segundo ano consecutivo, o Festival Internacional de Fotografia de Porto Alegre (FestFoto POA) chega a sua 14ª edição. O tema do evento em 2021, Fotografia e Silêncio – Nuvens de Escuta, alude ao calar imposto pelo isolamento social e às potencialidades de troca e atenção que ganharam contornos imagéticos durante a pandemia.

“Para a edição de 2020, estávamos trabalhando com a ideia de emergências – jamais pensamos que seria um vírus – do que não era dito, das populações alijadas e dos combates sociais da América Latina. Processos negligenciados há anos que a pandemia também colocou em evidência. A fotografia acompanha esses movimentos. Ao recortar, juntar e construir uma narrativa visual sobre o que estamos vivendo, é possível enxergar relações”, afirma Sinara Sandri, idealizadora do festival ao lado do fotógrafo Carlos Carvalho.

Na edição de 2021 do festival, questões como a violência contra as mulheres e a necessidade de se construir novas relações com o entorno se destacam nos trabalhos selecionados – dessa vez, atravessados pelas circunstâncias da pandemia. Ao todo, 20 videoexposições – com produções fotográficas e multimídia – serão apresentados no site do FestFoto POA a partir de sexta-feira (23/4), às 18h30, quando acontece a abertura oficial do evento.

Na sequência, às 19h, o primeiro painel do evento discute a fotografia modernista brasileira, tendo como convidada a curadora do Departamento de Fotografia do Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA), Sarah Meister. Gratuitas e online, as atividades do FestFoto se concentram entre os dias 23 e 29 de abril com painéis temáticos e apresentações dos trabalhos selecionados para a mostra Fotograma Livre. Até o final de maio, o festival ainda realiza leituras de portfólio e um takeover de suas redes sociais por artistas estrangeiros – confira a programação completa no final da matéria.

Narrativas de silêncio e escuta

O FestFoto POA 2021 consagrou Onde os Sonhos se Escondem, de Thiago Guimarães Azevedo (Belém/PA), como trabalho vencedor na categoria Portfólio. Nas 10 imagens da série, o fotógrafo reflete sobre o real e o imaginado no universo amazônico, com fotografias obtidas na Reserva Extrativista Mãe Grande de Curuçá e na Ilha de Marajó, no Pará.

“Onde os Sonhos se Escondem”. Foto: Thiago Guimarães Azevedo

Na categoria Multimídia, a paulistana radicada na Itália Madame Pagu venceu com a série 3 x 4, na qual reflete sobre a violência contra as mulheres, agravada no contexto da pandemia.

“3 x 4”. Foto: Madame Pagu

O projeto coletivo obs-cu-ra, concebido por Bruno Alencastro, porto-alegrense radicado no Rio de Janeiro, também integra as videoexposições do FestFoto POA 2021. O fotógrafo utilizou a estrutura física de seu apartamento para criar uma câmera escura – técnica fundamental da fotografia pela qual a luz de um ambiente é projetada, através de um orifício, no interior de um espaço sem iluminação.

“obs-cur-ra”. Foto: Bruno Alencastro

Há mais de uma década, FestFoto dá visibilidade a fotógrafos e coloca Porto Alegre no circuito internacional da fotografia

O FestFoto POA nasceu em 2007 com o objetivo de ser um espaço de reflexão e visibilidade, situando Porto Alegre no mapa-múndi de eventos dedicados à fotografia. “Quando lançamos o festival, respondemos a um debate que já existia em Porto Alegre – a ideia de um evento específico de fotografia. Tínhamos [Carlos Carvalho e Sinara Sandri] nos mudado para a cidade há pouco tempo e nos demos conta de que as pessoas estavam num impasse e não conseguiam ‘botar o bloco na rua’. Buscamos um perfil viável que pudesse ser realizado rapidamente”, recorda Carvalho.

“Vínhamos de uma experiencia com a produção da exposição da coleção Pirelli/MASP de fotografia no MARGS, em 2005, quando percebemos mais nitidamente a potência da fotografia gaúcha e o papel dela no contexto nacional. Havia confiança de que estávamos em um local que tinha o que dizer, faltava o formato”, completa o coidealizador.

Sandri e Carvalho ressaltam que o formato de projeções fotográficas – no lugar de exposições com fotografias impressas –, característica do FestFoto POA ao longo de sua trajetória, tem inspiração em encontros de fotojornalistas de Rio de Janeiro e São Paulo durante a ditadura militar.

“Projetar era uma forma de mostrar o que não era publicado. Esses profissionais se organizavam e faziam isso circular. É visceral fotografar e querer que essa informação circule”, destaca Sandri. Com o passar do tempo e a popularização da captação digital de imagens, o formato de projeções do festival passou a integrar projetos fotográficos que utilizam o vídeo como linguagem – como é o caso de 3 x 4, da fotógrafa Madame Pagu.

Para além da visibilidade conferida a fotógrafos e da contribuição para a economia criativa local, o FestFoto POA busca estimular novos olhares. “O objetivo de um fotógrafo pode ser expor no MoMA, mas o vizinho pode querer simplesmente estar mais atento à cidade. À medida que se tem uma oportunidade de contato do público com esse circuito, a fotografia é um convite para as pessoas verem o cotidiano de forma mais lúdica, um estímulo a ter uma relação mais sensível com a realidade”, afirma Sandri.

Confira a programação do FestFoto POA 2021. As transmissões acontecem pelo canal do festival no YouTube. Mais informações no site do evento.

23 de abril (sexta-feira)

18h30 – Abertura | Apresentação das videoexposições Fotograma Livre 2021 e do canal FestFoto no YouTube

19h – Painel Fotografia Modernista Brasileira | Palestra de Sarah Meister, curadora no Departamento de Fotografia do MoMA, com mediação de Sergio Burgi, coordenador de Fotografia do Instituto Moreira Sales – painel com tradução para o português

Com curadoria de Sarah Meister, o MoMA inaugura em maio a exposição Fotoclubismo: Fotografia Modernista Brasileira, 1946–1964, primeira mostra de fotografia modernista brasileira fora do Brasil. A exposição terá como foco as realizações criativas do Foto Cine Clube Bandeirante de São Paulo, grupo de fotógrafos amadores aclamado no Brasil, mas desconhecido do público europeu e norte-americano.

24 de abril (sábado)

16h – Painel A Pandemia na América Latina | Live com o coletivo de fotojornalismo CovidLatam

Em 2020, em um esforço para testemunhar a pandemia à medida que ela se espalhava pelo continente, nove mulheres e nove homens ao redor da América Latina se reuniram para formar um novo coletivo: o COVID-Latam. Em 14 países, do México à Argentina, elas e eles relataram o que viram ao seu redor, e, em alguns casos, dentro de suas próprias casas. Destes registros o fotolivro RED FLAG nasceu como resultado do prêmio obtido pelo coletivo no concurso FotoEvidence/WorldPressPhoto.

17h30 – Apresentação Fotograma Livre 2021 | Pandemia, confinamento e violência

Trabalhos e artistas finalistas:
3 x 4, Madame Pagu
Caça às Palavras, Márcia Charnizon
A Dor da Pandemia, Sonia Do Couto Corrêa
Nenhum Dia Será Igual ao Outro, Igor Moura

25 de abril (domingo)

16h – Apresentação Fotograma Livre 2021 | Paisagens de memória

Trabalhos e artistas finalistas:
Journey to the Lowlands, Valeria Sacchetti
ARCHÈO, Tommaso Vitiello
Onde os Sonhos se Escondem, Thiago Guimarães Azevedo

17h30 – Painel Festival Imaginária e o Fotolivro no Brasil | Participação de José Fujocka e Luciana Molisani da editora Lovely House e apresentação de Jogo De Paciência, com Ana Sabiá (Fotograma Livre 2021 e premiado no Festival Imaginária), e de O choro Pode Durar uma Noite, Mas a Alegria Vem pela Manhã, de Erick Peres

Realizado em março de 2021, o Imaginária deu um panorama da produção de livros de fotografia no Brasil. José Fujocka e Luciana Molisani, da Editora Lovely House, falam sobre a feira e sobre os artistas premiados Ana Sabiá e Erick Peres, que também integram o painel.

26 de abril (segunda-feira)

18h – Painel Fotografia, Solidariedade e Pandemia | Participação de integrantes das galerias solidárias 150 Fotos pela Bahia, Fotos Pró Rio (RJ), 20×20 Galeria Solidária de Fotografia (SP) e POA150FOTOS (RS)

Desde o início da pandemia, inúmeras galerias solidárias arrecadaram fundos, através da venda de fotografias, para ajudar iniciativas sociais em apoio a pessoas em situação de vulnerabilidade. Representantes das iniciativas POA150FOTOS, 150 Fotos Pela Bahia, Fotos Pró Rio (RJ) e 20×20 Galeria Solidária (SP) contam suas experiências na realização dos projetos. A presidente da Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil, Isabel Gouvêa, participa da conversa para o lançamento do selo RPCFB – Foto contra a Fome, apoiando a criação de galerias solidárias para venda de fotos durante a pandemia.

19h30 – Apresentação Fotograma Livre 2021 | Fotografia e Silêncio

Trabalhos e artistas finalistas:
Voz do Silêncio, Nathalie Bohm
Arredores, Ulla Czekus
Quebrada, Helena Siemsen Giestas
Guardiões, Mateus Morbeck

27 de abril (terça-feira)

18h – Painel: Processos criativos compartilhados e pandemia | Participação de Bruno Alencastro e autores do obs-cu-ra (Fotograma Livre 2021)

Discute o processo de produção de obs-cu-ra (finalista do Fotograma Livre 2021), com Bruno Alencastro, Caroline Muller e Pedro Rocha. O trabalho feito durante a pandemia por um coletivo de autores foi realizado a partir da proposta do Bruno. Eles montaram uma câmara escura em casa, recuperando uma antiga técnica. No FestFoto POA, eles falam da atualização de um saber-fazer antigo da fotografia e a produção da fotografia em rede a partir do isolamento.

19h30 – Apresentação Fotograma Livre 2021 | Mutações urbanas

Trabalhos e artistas finalistas:
Nemo Non Videt, Mateus Morbeck
Urbe, José Roberto Bassul
Placebo, Flavio Edreira

28 de abril (quarta-feira)

18h – Painel Fluxus Fungus | Participação de Tuane Eggers e Rochele Zandavali

O fungo era a coisa mais temida nas lentes e na película do filme porque o seu ataque produzia interferências que eram entendidas como deterioração da superfície e estrago na imagem. As pesquisadoras aceitam a interferência e produzem a partir daí. A ideia central é a contaminação como eixo do processo criativo compartilhado entre humanos e não humanos.

19h30 – Apresentação Fotograma Livre 2021 | Arquivos | Contaminações

Trabalhos e artistas finalistas:
Diário de Memórias, Fernanda Chemale
Mulheres em Rosa e Azul, Renata Saad
Atravessamento e Constelação, Laura Aidar
Emerge, Marina Guitti

29 de abril (quinta-feira)

18h – Painel Cavalo de Santo | Participação da fotógrafa Mirian Fichtner

Fichtner apresenta o documentário longa-metragem Cavalo de Santo. O filme é baseado no livro homônimo que resulta de dez anos de pesquisas feito nos terreiros gaúchos e retrata o universo religioso afro-brasileiro no Rio Grande do Sul.

Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para a sociedade gaúcha sejam abordados: seja nosso assinante.

Reportagens investigativas e de grande importância para a democracia como esta só são possíveis graças ao investimento dos nossos assinantes premium. Além disso, os nossos assinantes premium têm acesso a todo o conteúdo do Roger Lerina, à revista Parêntese, à versão completa da NewsMatinal, a descontos nos nossos cursos e a muito mais. Com o preço de dois cafezinhos por dia você tem mais informação, cultura e ainda ajuda o jornalismo local independente. Assine!
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! Faça login e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Gostou desta reportagem? Ela é possível graças a sua assinatura.

O dinheiro investido por nossos assinantes premium é o que garante que possamos fazer um jornalismo independente de qualidade e relevância para a sociedade e para a democracia. Você pode contribuir ainda mais com um apoio extra ou compartilhando este conteúdo nas suas redes sociais.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
RELACIONADAS

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito