Artes Visuais, Evento, Notas

Em sua primeira edição, FLOW leva arte para as ruas de Caxias do Sul

Change Size Text
Em sua primeira edição, FLOW leva arte para as ruas de Caxias do Sul Foto: Panda Branding

Humanizar, iluminar, sensibilizar e ativar a cidade em uma galeria de arte, conectando a cidade, o público, a obra e o artista.  Esse é o objetivo da primeira edição do FLOW – Festival de Linguagens em Arte e Tecnologia, que já tem data marcada: entre os dias 13 e 17 de outubro, em Caxias do Sul. O projeto, da Cali Gestão Cultural e Comunicação, vai levar arte, luz e cor gratuitamente para pontos simbólicos da cidade e busca despertar a atenção para o patrimônio histórico e um olhar sensível para a cidade por meio da participação de artistas visuais de todo o estado.

Na primeira edição do projeto, o tema será “A cidade que eu habito” e terá em sua programação projeção mapeada e em grande escala, residência artística, instalação em realidade virtual, live cinema, show de luzes e projeções que iniciam pelo coração da cidade.

A escolha em utilizar espaços incomuns para expor, como as ruas e prédios da cidade se justifica por contribuir com a democratização da arte, pois permite que o maior número de pessoas possíveis que passam pelo centro diariamente possa entrar em contato com o conteúdo proposto pelo festival e de alguma forma serem alcançados por ele. As obras são dos artistas que fazem parte da residência artística: Aurora D’Arrigo, Cristina Lisot, Fernanda Rieta, Kanauã Nharu, Lorena Bendati, Luana Terra, Mariana Lemmertz Schwarzbold, Maurício Concatto, Pamella Moreno e Vinícius Guerra.

A programação do Flow é composta por diversas intervenções artísticas. No período de 13 a 17 de outubro, o público poderá acompanhar ações específicas em pontos simbólicos da cidade, como prédios históricos, espaços culturais, museus, Arquivo Histórico Municipal, Estação Férrea, entre outros. Dos roteiros que compõem essa programação, está o Cidade Iluminada. Durante os 4 dias de evento serão iluminados prédios históricos e espaços da cidade que trazem consigo simbolismo e memória. Entre eles estão a Casa de Pedra, o Centro de Cultura Ordovás, a Catedral e a Igreja de São Pelegrino.

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito