Cultura, Notas

Ói Nóis Aqui Traveiz lança repositório digital

Change Size Text
Ói Nóis Aqui Traveiz lança repositório digital Foto: Eugênio Barboza/Divulgação

Ao longo de 43 anos de história, a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz realizou a guarda de seu acervo e divulgou sua trajetória através de publicações. Compreendendo a trajetória e relevância do grupo no cenário das artes cênicas brasileiras, a produtora Sabiá Cultural lança o projeto Teatro Memória em Cartaz, que tem como objetivo dar um novo passo dentro dos processos de preservação da memória do grupo, realizando pesquisa, documentação, higienização e acondicionamento da coleção de cartazes de espetáculos da Tribo.

A novidade no campo da memória e das artes cênicas no Rio Grande do Sul, além de realizar o processo de preservação desses objetos, promoveu ações formativas no âmbito da memória e conservação preventiva para a equipe de trabalho e o público em geral, minidocumentário Ói Nóis: Entre Cartazes e Memórias e lançamento de repositório digital com todos os objetos catalogados no processo, contendo imagens em alta resolução, descrição visual e dados de pesquisa.

No dia 9 de setembro, aconteceu o lançamento do repositório digital com a primeira coleção do acervo da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz. Finalizando a programação no dia 10 de setembro, às 18h, acontecerá o lançamento do minidocumentário Ói Nóis: Entre Cartazes e Memórias, que narra o processo de preservação da primeira coleção do acervo do grupo através do projeto Teatro Memória em Cartaz.

A programação cultural, as atividades de formação, o processo de preservação do acervo e criação do repositório digital foi viabilizado com recursos da Lei Aldir Blanc no 14.017/20, por meio do Edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas da Fundação Marcopolo.

RELACIONADAS

Quer saber tudo sobre cultura e eventos em Porto Alegre e no RS? Então assine a newsletter do Roger Lerina e receba as dicas no seu e-mail!