Oficina de produção de relatos

Oficina de produção de relatos
Um exercício de produção de textos narrativos
Matrículas abertas

Público alvo

Advogados e demais parceiros vinculados à Rede Lado. 

Ministrante

Luís Augusto Fischer

Luís Augusto Fischer

Ementa

Um exercício de produção de textos narrativos a partir da leitura de crônicas, estudos e ensaios produzidos recentemente por brasileiros para falar do Brasil real: este é o sentido da oficina que aqui se apresenta, por Luís Augusto Fischer, para parceiros da Rede Lado, através da plataforma da newsletter Matinal e da revista Parêntese.

Em cada encontro – a cada duas quintas-feiras, entre 19h e 20h20min, via Zoom – leremos trechos, capítulos, seções de textos já publicados, por analistas profissionais ou por ficcionistas e cronistas interessados na dinâmica real do país (em formato digital), e analisaremos esses trechos com vistas a entender os procedimentos, as estruturas, a maneira de apresentar personagens e de manejar o tempo da narração. Ao fim da leitura, será indicado o tema para a escrita dos alunos.

Cada encontro, a partir do segundo, começa pela leitura de alguns dos textos produzidos por alguns dos inscritos. O autor o lê e a seguir ouve, sob comando do professor, os comentários. Trata-se de um exercício que envolve de tudo – atenção ao outro, ao ponto de vista do outro, de análise dos elementos que aquele autor mobilizou para produzir aquele relato, de entender sua lógica interna, o valor de cada escolha, assim como de comparação entre aquele texto e outros. Nunca se trata de fazer qualquer juízo sumário, do tipo bom ou ruim, dos textos lidos, e sim de analisá-lo.

Depois desse exercício, a cada encontro passamos à leitura do texto indicado, entre os escritores selecionados. Aqui trataremos também de tentar entender como o texto se estrutura, quais suas opções de estilo e estrutura. Interessará menos o ponto de vista daquele autor, e mais a forma como conduziu o texto.

Precisa ficar claro que não se trata, jamais, de imitar o texto tomado como motivação, no sentido linear: entre a leitura do texto oferecido e o texto de cada aluno há uma relação apenas de sugestão. Da mesma forma não se trata de buscar escrever um texto supostamente excelente, que já existisse previamente e que deveria ser de algum modo alcançado: ao contrário das provas de cruzinha, na escrita não há um parâmetro final, muito menos único. Estamos aqui no reino da liberdade.

Após cada encontro, os alunos que se interessem por isso enviarão por email seu texto ao professor, que o comentará privadamente, apontando inconsistências e sugerindo eventuais mudanças.

Material

Leituras exemplares, à razão de uma a cada encontro.
Para leitura a cada encontro, será fornecida uma cópia digital do trecho selecionado.

Plataforma

Zoom (as aulas ficam gravadas e à disposição)

Informações

Preços

Financeiro

Módulos

Ministrante: Luís Augusto Fischer

Ministrante: Luís Augusto Fischer

Ministrante: Luís Augusto Fischer

Ministrante: Luís Augusto Fischer

Ministrante: Luís Augusto Fischer

Ministrante: Luís Augusto Fischer

Ministrante: Luís Augusto Fischer

Cronograma

8/4
Ricardo Lísias
Diário da catástrofe brasileira – Ano I: o inimaginável foi eleito
(Editora Record, 2020), 19, 50-53, 60-61
  • 19h – 20h30
22/4
Davi Kopenawa e

Bruce Albert

A queda do céu – Palavras de um xamã yanomami
(trad. Beatriz Perrone-Moisés, editora Cia. das Letras, 2015), p. 70-73
  • 19h – 20h30
6/5
Adriano Silva
A república dos editores – As histórias de uma década vestigionsa na editora Abril
(Editora Rocco, 2018), 446-449
  • 19h – 20h30
20/5
Alexandra Lucas Coelho
Cinco voltas na Bahia e um beijo para Caetano Veloso
(Editora Bazar do Tempo, 2019), p. 62-66
  • 19h – 20h30
3/6
Eliane Brum
Brasil, construtor de ruínas – Um olhar sobre o país, de Lula a Bolsonaro
(Editora Arquipélago, 2019), 60-67
  • 19h – 20h30
17/6
Jorge Caldeira
Nem céu, nem inferno – Ensaios para uma visão renovada do Brasil
(Editora Três Estrelas, 2015), p. 218-240
  • 19h – 20h30
1º/7
Lelei Teixeira
E fomos ser gauche na vida
(Editora Publicatto, 2020) p. 24-26
  • 19h – 20h30
15/7
José Falero /

Nathallia Protazio

Sobre o direito à cidade,
Revista Parêntese, 5 de dezembro de 2019

Numa farmácia,
Revista Parêntese, 29 de novembro de 2019
  • 19h – 20h30

Descrição e informações

Matricule-se

Informe seus dados e selecione o pagamento

Escolhe uma das opções

Compras que não preencham os critérios da parceria serão canceladas.

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito