Matinal News

Aulas começam a voltar nesta quinta-feira

Change Size Text
Aulas começam a voltar nesta quinta-feira

Com a autorização às pressas para a retomada da educação no Rio Grande do Sul, apenas ontem, tarde da noite, a Secretaria Estadual da Educação tornou público o calendário para o reinício das aulas na rede pública. Será a partir da próxima segunda-feira, com a Educação Infantil e os dois primeiros anos do Ensino Fundamental. O calendário é escalonado e prevê a volta de estudantes de todas as séries e do Ensino Técnico até 13 de maio. Em Porto Alegre, a rede municipal começa hoje a receber alunos que cursam até o segundo ano do Ensino Fundamental. Ainda assim, ontem pela manhã já teve escolinhas abertas na Capital.

Atenção aos cuidados – Com a volta às aulas confirmadas, integrantes do Comitê Científico agora tentam minimizar impactos na pandemia que podem ser causados pela grande movimentação que irá acontecer. Reitora da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), a médica e professora Lucia Pellanda alertou em entrevista ao Correio do Povo para a necessidade de atualização dos protocolos, que, conforme ela, precisam focar em uso de máscaras, ventilação adequada e distanciamento físico. “Embora o risco para as crianças seja menor, ele não é zero. E o risco de elas transmitirem para familiares e para pessoas que estão na escola é considerável”, afirmou.

Com novas vacinas, RS projeta iniciar imunização de pessoas com comorbidades – A vacinação contra a Covid-19 no Rio Grande do Sul deve recuperar o passo e avançar para o grupo de pessoas com comorbidades nos próximos dias com a chegada de mais imunizantes. Agora pela manhã, 360 mil doses serão desembarcadas em Porto Alegre. São 353,7 mil da Astrazeneca e 7,2 mil Coronavac. A essas devem em breve se somar aproximadamente 7 mil, oriundas de um lote de 100 mil que o Ministério da Saúde localizou em seu estoque. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, faltam mais de 40,4 mil doses da Coronavac para concluir a segunda rodada de vacinação de idosos imunizados com uma remessa distribuída em 20 de março.

Oposição tenta anular o resultado do primeiro turno da PEC do Plebiscito – Aprovada em primeiro turno na Assembleia Legislativa, a PEC que retirou a exigência de plebiscito para a venda de Corsan, Banrisul e Procergs, deve render novas discussões. Isso porque o resultado, de 33 votos favoráveis e 18 contrários, é contestado pelas bancadas de oposição, que já encaminharam um pedido de anulação. Se a iniciativa não tiver o prosseguimento esperado, PT, PDT e PSOL podem ir à Justiça. O motivo da contestação é que a votação teria sido contabilizada de forma incorreta. A situação envolve os deputados Neri, o Carteiro (Solidariedade) e Dirceu Franciscon (PTB). Parlamentares alegaram que o voto de Neri, registrado após o encerramento, foi computado favoravelmente à PEC e depois retirado da contagem. Já no caso de Franciscon, que se declarou a favor da aprovação, o voto foi colocado como contrário. 

Pesquisa do Carrefour indica que 61% dos brasileiros já viu um negro ser discriminado em lojas e supermercados – Cinco meses após o assassinato de João Alberto dentro do supermercado Carrefour da zona Norte de Porto Alegre, o grupo encomendou um estudo para avaliar a opinião dos brasileiros sobre racismo. O levantamento, feito em 72 cidades do País, indicou que 61% dos entrevistados afirmaram ter visto negros serem discriminados em lojas, shoppings e mercados. O índice vai a 71% entre aqueles que se identificam como pretos e pardos. Quando questionada se o Brasil é um país racista, a maioria, 84%, entende que sim. A pesquisa ainda perguntou sobre a conduta individual e apenas 4% se assumiram racistas, enquanto 85% das pessoas afirmam ser contra o racismo e combater o preconceito. O Carrefour diz ter ampliado a representatividade entre os funcionários e prometeu firmar uma cláusula antirracismo em vínculos com seus fornecedores e prestadores de serviço. Ontem, a rede de supermercados depositou de forma deliberada 1 milhão de reais em uma conta para a viúva de João Alberto. O advogado dela, no entanto, disse que o dinheiro será negado por não corresponder ao montante pedido.

Vacina, sim!

Tal como ontem, a vacinação contra a Covid-19 segue para idosos com 60 anos ou mais e exclusivamente para pessoas que irão receber a primeira dose. Ao longo do dia, as aplicações ocorrem em 15 unidades de saúde e no drive-thru do estacionamento da PUCRS.

Outros links:

  • Abalo na credibilidade, incertezas quanto à adoção, falta de diálogo e muitas pressões. Como foram os bastidores do dia que definiu o fim do distanciamento controlado.
  • Sem explicar o porquê, a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre retirou informações do painel de monitoramento de leitos de UTI. 
  • A Secretaria Estadual da Saúde decretou emergência em saúde pública devido à circulação do vírus da febre amarela. Ao menos 23 cidades já registraram o micróbio, que não era notificado no RS desde 2009.
  • O TRF4 manteve a decisão que impede a realização de estudos de impacto ambiental para a construção de barragens em Garabi e Panambi.
  • O sistema do TJ-RS enfrenta instabilidade. Enquanto verifica a origem do problema, o órgão orientou os servidores a não acessarem a rede de forma remota.
  • O Rio Grande do Sul fechou o primeiro trimestre do ano com saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada. Mais de 74 mil vagas de trabalho foram criadas.
  • Prevista para a Copa de 2014, a conclusão da obra na Avenida Severo Dullius deve ocorrer apenas daqui a um ano, conforme o jornalista Jocimar Farina (🔒).
  • A privatização da Refap deve acontecer até o final de julho. O Grupo Ultra apresentou uma proposta à Petrobras pela refinaria em Canoas.

Cultura

“Good Girls” são quase más

Netflix/Divulgação

Good Girls está na quarta temporada, três delas na sua Netflix, para ver e ver e ver. Basicamente, as good girls são as amigas Ruby e Beth e a irmã Annie, boas moças de classe média pero no mucho, que, pra superar algumas das piores faltas de dinheiro que a vida produz, resolvem cometer alguns crimes pra completar a renda familiar. Leia o comentário do escritor Marcelo Carneiro da Cunha.

Agenda (🔒)

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.

Com curadoria de Maria Amélia Bulhões, o projeto Arte Contemporânea.RS inaugura exposição do acervo do MACRS, às 19h, em abertura virtual.

Às 19h30, no Dia Internacional da DançaA Casa Dança projeta performances de Ana Medeiros La NegraCia H DançaMacarenandoPedro Cunha e Porto House Jam, com curadoria de Luka Ibarra, na Casa de Cultura Mario Quintana

Às 21h, a série Ato Criativo da PUCRS Cultura recebe Tom Zé, em conversa com o professor Ricardo Barberena.

E mais.

Receba a agenda completa

Agenda do FestFoto POA 2021

Às 18h, a fotógrafa Mirian Fichtner apresenta o documentário longa-metragem Cavalo de Santo, encerrando a série de painéis do Festival Internacional de Fotografia de Porto Alegre.


Você viu?

Tudo bem que agora é até difícil imaginar, mas se aproximam anos bastante criativos. Nesta reportagem do El País, especialistas comparam a década que recém começou com o que foram os anos 20 do século XX, um período entre o fim da primeira guerra e a pandemia de gripe espanhola, mas que terminou no crash da bolsa – e nos sombrios anos 1930. Para os entrevistados, viveremos um boom em áreas como ciência e arquitetura, assim como aumentará o consumo com a demanda hoje reprimida. Ao mesmo tempo, toparemos com um risco crescente de crise causado por desigualdades econômicas.

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.