Matinal News

Justiça busca acordo antes de possível greve na educação

Change Size Text
Justiça busca acordo antes de possível greve na educação

O imbróglio da volta às aulas presenciais no RS permanece e terá mais um capítulo na manhã desta segunda-feira – dia, aliás, que alunos da rede pública devem começar a retornar às escolas estaduais. Juíza da 1ª Vara da Fazenda Pública de Porto Alegre, Cristina Marquesan da Silva marcou uma audiência de conciliação entre Estado e sindicatos, no Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da Capital para agora de manhã, às 9h30. 

A instância é responsável pela mediação visando a resolução de conflitos e atua na situação do transporte público em Porto Alegre e em outras cidades da Região Metropolitana, por exemplo. Já na sexta-feira, todas as partes haviam sido intimadas. O encontro de mediação irá ocorrer horas antes das assembleias gerais de Simpa e Cpers, que podem encaminhar para uma nova paralisação da educação em Porto Alegre e no Rio Grande do Sul, dessa vez por força de greve.

Profissionais de ensino cobram vacinação a professores e funcionários de escolas para uma retomada segura. Segundo o Plano Estadual de Vacinação, trabalhadores de educação são o 18º grupo prioritário para receber a vacina. A imunização, hoje, está contemplando o 13º, o de quem tem comorbidades, que é o mais numeroso da lista, com mais de 1,1 milhão de pessoas.

Apesar de ainda não ter chegado a vez dos professores, São Leopoldo irá adiantar o grupo. Conforme o prefeito Ary Vanazzi (PT), o município irá utilizar as doses remanescentes diárias para iniciar a imunização dos profissionais de educação. A vacinação inclui profissionais da Educação Infantil, da rede municipal, conveniada e particular. Conforme a prefeitura, não irá afetar o calendário diário de aplicação de doses na cidade.

Em tempo – Enquanto a educação pública pode parar outra vez, escolas particulares de Porto Alegre reforçaram protocolos de segurança para receber os alunos.

Vacina, sim!

A vacinação contra a Covid-19 em Porto Alegre prossegue nesta segunda-feira em 32 unidades de saúde, das 8h às 17h, mas ainda apenas para quem for tomar a primeira dose. A imunização hoje é voltada a quatro grupos específicos de pessoas com comorbidades, além de idosos que ainda não receberam nenhuma vacina. 

O que mais você precisa saber

Estudo indica que a vacinação reduziu mortes por Covid-19 entre idosos de 80 anos ou mais  – A vacinação contra a Covid-19 é a principal responsável pela redução em mais da metade da proporção de mortes entre pessoas de 80 anos ou mais no Brasil. A informação foi apresentada em um estudo da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Em 2020, o primeiro ano da pandemia, o grupo respondia por até 30% do total de vítimas da doença. Mais recentemente, em abril, o índice recuou para 13%. A pesquisa também sugere que a vacina é eficiente contra a variante P.1. No entanto, vale lembrar que, num todo, a pandemia ainda não arrefeceu. Com pelo menos 4.031 óbitos, abril terminou com a metade do número de mortos do que março, mas foi o segundo mês mais letal da Covid-19 no RS.

RS recebe quase meio milhão de doses, mas vê grande déficit de Coronavac – O estoque de vacinas do Rio Grande do Sul será reforçado com a chegada agora pela manhã de mais de 440 mil doses dos imunizantes da AstraZeneca e da Pfizer. Nesse fim de semana, pousou no Salgado Filho outro avião com 22,5 mil doses de Coronavac. A escassez dos imunizantes produzidos pelo Instituto Butantan faz com que o RS inicie esta semana com déficit superior a 430 mil doses da Coronavac. Essa é a quantidade que o Estado precisaria hoje para colocar em dia o ciclo vacinal para quem já recebeu a primeira dose. Avançando para o grupo de pessoas com comorbidades, a campanha de vacinação contra a Covid-19 no RS já começou a imunização de 2.272.527 pessoas, enquanto 952.425 tomaram as duas injeções necessárias. A secretária da Saúde, Arita Bergmann, projetou vacinar metade do grupo de comorbidades ainda neste mês. 

Ataque no TJ gaúcho gera alertas em âmbito nacional – O ataque cibernético ocorrido contra o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul ainda tem informações nebulosas. O pedido de resgate dos documentos, que seria de 5 milhões reais, não foi confirmado pelo órgão, que só irá se pronunciar através de notícias do seu portal. Enquanto isso, equipes de TI tentam restabelecer a normalidade na rotina do TJ. A maioria dos sistemas já foi recuperada, ainda assim o ataque gerou alertas em âmbito nacional. Cuidados redobrados em mensagens de remetentes desconhecidos e a atualização do antivírus são algumas das recomendações para outros órgãos do Judiciário no Brasil.

Outros links:

  • Uma mãe, que esteve internada por causa da Covid-19, teve de conhecer a filha recém-nascida por videochamada. Andressa Rodrigues, 33 anos, foi hospitalizada ainda grávida e passou por um parto de emergência enquanto estava intubada.
  • No Dia do Trabalhador, centrais sindicais fizeram um ato pró-vacina e auxílio de 600 reais, no centro da Capital. O grupo também arrecadou doações que serão repassadas a famílias em situação de vulnerabilidade.
  • No mesmo dia, agentes da EPTC organizaram doações para auxiliar moradores das ilhas do Pavão, das Flores e Grande dos Marinheiros. Mais de 3 toneladas de alimentos foram encaminhados a famílias das regiões.
  • O tesoureiro da prefeitura de Dom Pedro de Alcântara é investigado por desviar cerca de 8 milhões de reais do Município e usar na Bolsa. Serviços básicos da cidade estão comprometidos em razão do caso.
  • Nesta semana, petebistas gaúchos irão desembarcar em massa do partido (🔒), conforme o jornalista Daniel Scola. O vice-governador Ranolfo Vieira Jr é um dos que vão deixar o PTB após ataques do presidente nacional da sigla, Roberto Jefferson.
  • O PTB, por sinal, é o partido com o maior número de secretarias na gestão de Eduardo Leite, após a reforma no primeiro escalão realizada na semana passada.
  • O BRDE, durante o primeiro ano da pandemia do coronavírus, financiou mais de 3,3 bilhões de reais através de programas de desenvolvimento no RS. A diretora-presidente, Leany Lemos, destacou a diversificação das linhas de crédito durante a sua gestão.
  • O governo do RS abriu concorrência para construção da Cadeia Pública Feminina de Passo Fundo. A sessão de abertura das propostas foi marcada para esta terça-feira.
  • O Sine, em Porto Alegre, abrirá esta semana com 344 vagas de emprego. Entre os postos oferecidos estão 90 para merendeiro, 76 para porteiro e outros 30 para vendedor.
  • Pra encerrar de links, uma pergunta: já seguiu a gente no Twitter? Vem conosco por lá também: @newsmatinal.

Cultura

Oscar 2021 para ver em casa

O Oscar foi bem diferente neste ano. Por conta da pandemia, a produção trocou o tradicional espetáculo cheio de apresentações musicais ao vivo em um teatro por uma festa de premiação mais discreta – mas nem por isso muito menos glamourosa –, com a presença de grande parte dos indicados em Los Angeles e entradas ao vivo de locais em cidades como Londres. O resultado foi um evento mais sóbrio e menos atraente artisticamente – em compensação, porém, mais curto e menos aborrecido. Veja as recomendações de Roger Lerina para assistir a seis filmes premiados na cerimônia.

Agenda (🔒)

Para receber todas as dicas culturais do Roger Lerina enviadas aos assinantes premium do Matinal, assine aqui.Instituto Ling volta a receber público com a reabertura da mostra Decupagem, da artista plástica mineira Iole de Freitas, com curadoria de João Bandeira – relembre a entrevista com a artista.

Festival Ceninha Sul disponibiliza em sua rede social, até 9 de maio, o espetáculo infantil Era uma Vez: Contos, Lendas e Cantigas, com direção de Guilherme Ferrêra.

Goethe-Institut Porto Alegre inaugura a primeira intervenção artística de 2021 na fachada da instituição, assinada pelo artista Wagner Mello e intitulada A Cura É a Revolução em Si.
E mais

Receba a agenda completa


Você viu?

Do acinzentado sem vida, para o colorido vibrante. Assim são as intervenções de Rodrigo Capovilla, artista que decidiu dar uma nova cara a pontos esquecidos (🔒) de Porto Alegre. As intervenções de Capovilla, feitas através do grafite, podem ser encontradas em parques e praças da cidade. Para ele, pintar espaços abandonados é a chance de levar arte para as pessoas de maneira acessível. A pintura mais recente foi na casa de máquinas da Praça da Encol, mas há outras no horizonte de Capovilla.

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.