Cinema | Notas | Teatro

Cía Pájaro Negro e Cia Teatro Lumbra apresentam filme “Boitatá”

Change Size Text
Cía Pájaro Negro e Cia Teatro Lumbra apresentam filme “Boitatá” Boitatá | Foto: Divulgação

O filme Boitatá foi criado e co produzido durante a pandemia, com as fronteiras fechadas entre o Brasil e a Argentina. As duas produtoras nunca se encontraram para as gravações. As imagens foram reunidas para formar essa história que une as culturas dos dois países. O longa estreia dia 11 de dezembro, às 19h, via live direto da Comuna Arvoredo no Centro Histórico – Porto Alegre – RS.

A estreia na Argentina foi no dia 14 de novembro e é uma homenagem singela aos artistas que se foram e aos que continuam criando. O roteiro foi originalmente escrito por Alexandre Fávero e Pablo Longo, no ano de 2018, e contemplado no ano seguinte pelo edital Iberescena .

Boitatá é um filme híbrido de linguagens e com características artesanais, próprias do teatro de animação com que os realizadores se dedicam. Conta a história de uma heroína, Lucina, que viaja ao interior da selva amazônica com seu filho Jacinto e um grupo de expedicionários e indígenas com o desejo de encontrar uma cidade perdida que, segundo algumas escrituras, corresponde a uma civilização milenar perdida.

A interpretação é da atriz mendocina Nadya Luz Kotlik e a direção é do gaúcho Alexandre Fávero. A trilha sonora tem canções inéditas interpretadas por Bebeto Alves, instrumental de Marcelo Corsetti. As previsões são de participar de festivais do circuito tradicional e alternativos a partir de 2022.

PUBLICIDADE