Uncategorized

Julgamento da Kiss é anulado e réus são soltos

Change Size Text
Julgamento da Kiss é anulado e réus são soltos
O julgamento dos quatro réus do caso da Boate Kiss foi anulado por decisão do Tribunal de Justiça. Com a reviravolta, os condenados já deixaram a prisão ainda na noite de ontem. O Ministério Público irá recorrer da anulação. O caso voltou a ser analisado em razão do pedido dos advogados de defesa. Em sessão nesta quarta, os desembargadores da 1ª Câmara Criminal do TJ decidiram, por dois votos a um, anular o júri ocorrido em dezembro de 2021 e submeter os réus a novo julgamento. Especialistas ouvidos pelo G1 explicam que os argumentos dos advogados não se referem ao mérito do processo, mas a procedimentos formais do julgamento, como por exemplo o fato de os jurados terem sido escolhidos após três sorteios, quando o rito estipula apenas um. O julgamento foi acompanhado por pelo menos 35 familiares de vítimas da tragédia, que deixou 242 mortos em 2013 na cidade de Santa Maria. O presidente da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria, Gabriel Rovadoschi Barros, afirmou que o sentimento é de “desumanização”. Entre os dias 1º e 10 de dezembro do ano passado, os réus, – dois sócios e dois músicos da banda Gurizada Fandangueira – acabaram condenados a penas que variam entre 18 e 22 anos de prisão por homicídio culposo com dolo eventual. Diretora da Themis alerta para aumento de informalidade e fome entre mulheres Um dos efeitos colaterais mais perversos para as mulheres durante o isolamento social foi o aumento da violência doméstica. Passado o pior da pandemia, elas agora lidam com as consequências da crise econômica: desemprego, informalidade e fome. Quem faz o alerta é Márcia Soares, advogada de Direitos Humanos e diretora executiva da Themis, uma organização que atua há quase 30 anos na promoção dos direitos das mulheres. Segundo Soares, o aumento da pobreza está entre os problemas mais urgentes enfrentados pelas mulheres atendidas pela ONG. “As condições de serviços de assistência social são tão deploráveis que nós temos que manter um serviço (doação de cestas básicas) que era pra ser pontual. Como nós vamos orientar uma mulher em situação de violência se ela e os filhos estão passando fome?”. Soares foi entrevistada pelo Matinal em live na tarde de ontem. Veja a íntegra aqui. Com futuro indefinido, Olímpico vira alvo de Melo  O prefeito Sebastião Melo (MDB) voltou a carga em cobrar uma solução para a situação do Estádio Olímpico, abandonado desde 2014 e envolto num imbróglio jurídico. Por dois dias seguidos, Melo reclamou das condições na antiga casa gremista e afirmou que a cidade está “pagando o pato”. Reconhecendo que se trata de um espaço privado, pediu para que a estrutura seja cercada e limpa, além de contar com segurança. O clube, em nota, afirmou estar atento à depredação e invasão do terreno, mas admitiu que há situações que “fogem do controle”. O Grêmio ainda pediu providências do Município para pessoas em vulnerabilidade que têm entrado no espaço. O jornalista Hiltor Mombach explica a atual situação do estádio, que pertence ao Grêmio, mas foi dado em garantia à OAS, que receberia as chaves quando concluísse as obras no entorno da Arena, no Humaitá – o […]

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.