Reportagem

“Como vamos orientar uma mulher em situação de violência se ela passa fome?”, diz diretora da Themis

Change Size Text
“Como vamos orientar uma mulher em situação de violência se ela passa fome?”, diz diretora da Themis Reprodução YouTube

Em live desta quarta, o Matinal entrevistou Marcia Soares, advogada que trabalha pelos direitos das mulheres

Um dos efeitos colaterais mais perversos para as mulheres durante o isolamento social foi o aumento da violência doméstica. Agora, passado o pior da pandemia, elas lidam com as consequências da crise econômica: desemprego, informalidade e fome. Quem faz o alerta é Márcia Soares, advogada de Direitos Humanos e diretora executiva da Themis, uma organização que atua há quase 30 anos na promoção dos direitos das mulheres – em março do ano que vem, a entidade completa três décadas de trabalho. 

Segundo Soares, que foi entrevistada nesta quarta em live do Matinal, o aumento da pobreza está entre os problemas mais urgentes enfrentados pelas mulheres atendidas pela ONG. Durante a pandemia, a entidade criou um programa de ajuda humanitária de doação de cestas básicas para mulheres em situação de violência, apoio que também foi oferecido às Promotoras Legais Populares (PLP) (mulheres capacitadas pela entidade para atuar voluntariamente na prevenção de violações e na promoção de direitos em seus bairros), e a trabalhadoras domésticas. Com o agravamento da crise econômica, a iniciativa está mantida até hoje. “As condições de serviços de assistência social são tão deploráveis que nós temos que manter um serviço que era pra ser pontual. Como nós vamos orientar uma mulher em situação de violência se ela e os filhos estão passando fome?”.

Na entrevista, a advogada também destacou a atuação das Promotoras Legais Populares, que, durante o isolamento social, foram fundamentais para acolher mulheres em um momento em que os serviços do judiciário fecharam suas portas. Atualmente essas voluntárias têm sido importantes para auxiliar mulheres vítimas de violência de gênero nas audiências, que passaram a ser virtuais na pandemia, um problema para tantas mulheres que sequer tem acesso à internet ou um celular adequado. Para contornar mais esse legado da pandemia, a Themis passou a garantir um ambiente seguro e uma rede de wi-fi para a participação em audiências. 

Assista a live na íntegra

Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para a sociedade gaúcha sejam abordados: seja nosso assinante.

Reportagens investigativas e de grande importância para a democracia como esta só são possíveis graças ao investimento dos nossos assinantes premium. Além disso, os nossos assinantes premium têm acesso a todo o conteúdo do Roger Lerina, à revista Parêntese, à versão completa da NewsMatinal, a descontos nos nossos cursos e a muito mais. Com o preço de dois cafezinhos por dia você tem mais informação, cultura e ainda ajuda o jornalismo local independente. Assine!
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! Faça login e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Gostou desta reportagem? Ela é possível graças a sua assinatura.

O dinheiro investido por nossos assinantes premium é o que garante que possamos fazer um jornalismo independente de qualidade e relevância para a sociedade e para a democracia. Você pode contribuir ainda mais com um apoio extra ou compartilhando este conteúdo nas suas redes sociais.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
RELACIONADAS
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.