Cartas

Saudação à clef

Change Size Text
Saudação à clef

Um abraço aos mujiques Azambuja, sênior e júnior, integrantes da nossa live literária das segundas-feiras. De fato, todos saímos daquele capote…!

Um salve ao escudeiro Lucas, o homem dos quests, teses e argumentos. A ilha guardamos para quando o pequeno rei-filósofo atingir a maioridade para governá-la.

E uma saudação ao diplomata Lemos, grand ami et homme de lettres, sempre dialogando apesar da enorme distância geográfica. Il faut maintenir cela, compris?

Feliz Ano Novo,

Théo Amon


Théo Amon (Porto Alegre, 1984) é tradutor. Mestre e doutorando em Letras pela UFRGS, com pesquisa sobre Thomas Mann.

marca-parentese

Abra um parêntese no seu fim de semana com jornalismo e boas histórias. Deixe seu email e receba toda semana as newsletters da revista Parêntese.

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito