Pequenas ficções

Entrevista ficcional com Charles Baudelaire

Change Size Text
Entrevista ficcional com Charles Baudelaire Charles Baudelaire fotografado em Bruxelas por Étienne Carjat, 1865 - Fonte: Sotheby’s-Art digital studio

— Bom dia, Charles! Estamos comemorando 200 anos de teu nascimento; imagina, poeta, já estamos em 2021!

Charles BaudelaireAgora a profundeza do céu me consterna; exaspera-me a sua limpidez. Ah, será preciso sofrer eternamente, ou evitar eternamente o belo? 

— Como definirias um momento de plena satisfação?

CBO prazer e a felicidade se encontram no primeiro albergue do acaso, tão fecundo em volúpias. Um bom fogo, vasos vistosos, uma refeição passável, um vinho grosseiro e uma cama bem larga com lençóis um pouco ásperos, mas frescos… que pode haver de melhor?  

— Que dirias das mulheres?

[Continua...]

O acesso a esse conteúdo é exclusivo aos assinantes premium do Matinal. É nossa retribuição aos que nos ajudam a colocar em prática nossa missão: fazer jornalismo e contar as histórias de Porto Alegre e do RS.

 

 
 
 

 

 

 

 
 
 

 

 
conteúdo exclusivo
Revista
Parêntese


A revista digital Parêntese, produzida pela equipe do Matinal e por colaboradores, traz jornalismo e boas histórias em formato de fotos, ensaios, crônicas, entrevistas.

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

RELACIONADAS

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito