Artigos, Cinema

“O Novelo” costura as relações entre irmãos

Change Size Text
“O Novelo” costura as relações entre irmãos O2 Play/Divulgação

O filme brasileiro O Novelo (2021) chega às plataformas e cinemas do país nesta quinta-feira (25/11). A produção recebeu dois prêmios no 49º Festival de Gramado: melhor ator para Nando Cunha e melhor filme pela escolha do público. Além disso, o longa recebeu no festival serrano uma menção honrosa pela atuação da atriz Isabel Zuaa e do elenco infanto-juvenil.

Dirigido por Cláudia Pinheiro, O Novelo acompanha cinco irmãos que foram abandonados pelo pai na infância e, após a morte prematura da mãe, acabam sendo criados pelo mais velho deles. Um dia, já adultos, recebem a notícia de que um homem em coma em uma UTI pode ser o pai que os deixou. Na sala de espera do hospital, eles mergulham em conflitos e memórias – e, graças ao tricô aprendido quando eram crianças, restabelecem o vínculo fraterno enquanto o estado do homem piora.

O2 Play/Divulgação

“Fazer esse filme foi uma grande alegria. Foi escrito e dirigido por mulheres para falar do tal universo masculino aprofundando relações fraternais. Me senti falando de mim mesma, nascida em uma família grande e cheia de irmãos crescendo ao meu lado. Sei que toda a equipe e elenco também falaram e colocaram muito de si nesse trabalho e o resultado nos enche de orgulho”, conta a diretora Cláudia Pinheiro.

Baseado na peça de mesmo nome de Nanna de Castro – também roteirista do filme –, O Novelo debate questões que permeiam o universo familiar como preconceito, sexualidade, machismo, vícios, traição, rancor, perdão e aceitação. Além de Nando Cunha e Isabel Zuaa, o elenco inclui Sérgio Menezes, Rocco Pitanga, Rogério Brito, Sidney Santiago Kuanza e André Ramiro.

O Novelo: * * *

COTAÇÕES

* * * * * ótimo     * * * * muito bom     * * * bom     * * regular     * ruim

Assista ao trailer de O Novelo:

RELACIONADAS

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito