Reportagem

Cerca de 1 mil bolsas auxílio para estudantes da UFRGS deixarão de existir

Change Size Text
Cerca de 1 mil bolsas auxílio para estudantes da UFRGS deixarão de existir Foto: Laís Souza/ DCE UFRGS

Estudantes protestaram contra a medida no campus Central da universidade

Publicidade

Dezenas de estudantes protestaram nesta terça-feira, dia 7 de fevereiro, no campus central da UFRGS contra a suspensão das bolsas destinadas a alunos que exercem função administrativa e técnica. Cerca de 1 mil vagas deixarão de existir, pois os contratos vigentes não serão renovados, e  novas seleções não serão realizadas. Hoje, 883 estudantes recebem esse tipo de auxílio.

A UFRGS informou ao Matinal que a decisão de cortar as vagas se deve à redução do orçamento previsto para 2023, conforme Lei Orçamentária Anual (Lei nº 14.535/2023). A menos que ocorra suplementação orçamentária de recursos com autorização de aplicação para pagamento de bolsas, estudantes que dependem do auxílio de R$ 400 mensais para manter custos para frequentar a universidade federal serão prejudicados.

Mirella Queiroz, 22 anos, é uma das afetadas. Ela trabalhava desde outubro de 2022 com uma bolsa com funções administrativas, principalmente no atendimento a graduandos, dando suporte a matrículas, assistência jurídica e contábil. O valor custeava seu o transporte de São Leopoldo, no Vale dos Sinos, onde mora, para a Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (Fabico), em Porto Alegre, onde cursa o quarto semestre de Jornalismo. “Meu contrato deveria ser renovado em fevereiro, mas, com a suspensão, fiquei sem bolsa”, contou. Agora ela procura outro tipo de trabalho remunerado para pagar os custos, que aumentaram com o retorno das aulas presenciais.

Segundo o DCE, além de Mirella, outras pessoas não têm condições de arcar com transporte. Uma parcela delas ainda enfrenta dificuldades para pagar despesas como moradia, alimentação e materiais para concluir o ensino superior.

A UFRGS disse estar em diálogo com o Ministério da Educação (MEC) para viabilizar a manutenção e concessão de novas bolsas. Porém, não informou o valor necessário para reverter a situação, nem se outros serviços serão prejudicados. Em janeiro, havia 833 estudantes vinculados a bolsas de aperfeiçoamento, informática, ensino-benefício, iniciação científica-benefício e extensão-benefício. Outras 160 a 170 vagas estavam disponíveis, mas eram consideradas ociosas – cabe a cada unidade decidir se vai usar as vagas ou não. O número de vagas ociosas representa hoje entre 16% a 20% do total.

Uma das hipóteses da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) para o índice é de que ocorreu uma redução da demanda por atendimento presencial devido à migração para canais como e-mail, formulários eletrônicos e aplicativos de comunicação, como WhatsApp e Instagram.

Protesto na Faced contra suspensão de bolsas da UFRGS | Foto: Laís Souza/ DCE UFRGS

Durante o protesto desta terça, não houve resposta da instituição aos estudantes. Porém, eles têm reunião agendada com a PRAE essa semana para tratar essa e outras questões. “Levaremos esse tema, mas a perspectiva é que não tenha nada que a PRAE possa fazer,  porque o cancelamento é pelo corte das verbas”, informou a secretária de comunicação do DCE da UFRGS, Maria Manoela Ribeiro Spolavori. “Nosso foco agora é pressionar a reitoria a abrir o orçamento da UFRGS. Assim, teremos ideia do tamanho do rombo”, completou.

Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para o interesse público da nossa cidade sejam abordados: apoie-nos financeiramente!

O que nos permite produzir reportagens investigativas e de denúncia, cumprindo nosso papel de fiscalizar o poder, é a nossa independência editorial.

Essa independência só existe porque somos financiados majoritariamente por leitoras e leitores que nos apoiam financeiramente.

Quem nos apoia também recebe todo o nosso conteúdo exclusivo: a versão completa da Matinal News, de segunda a sexta, e as newsletters do Juremir Machado, às terças, do Roger Lerina, às quintas, e da revista Parêntese, aos sábados.

Apoie-nos! O investimento equivale ao valor de dois cafés por mês.
Se você já nos apoia, agradecemos por fazer parte da rede Matinal! e tenha acesso a todo o nosso conteúdo.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já nos apoia, agradecemos por fazer parte da rede Matinal! e tenha acesso a todo o nosso conteúdo.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Gostou desta reportagem? Ela é possível graças a sua assinatura.

O dinheiro investido por nossos assinantes premium é o que garante que possamos fazer um jornalismo independente de qualidade e relevância para a sociedade e para a democracia. Você pode contribuir ainda mais com um apoio extra ou compartilhando este conteúdo nas suas redes sociais.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! Faça login e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
RELACIONADAS

Esqueceu sua senha?

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.