Crônica

O berço da tirania

Change Size Text
O berço da tirania Candido Portinari, Meninos soltando pipas (1938)

Nem crianças palestinas, nem crianças israelenses se olhariam atravessado e com desdém se não fossem convencidas pelos pais de que israelenses ou palestinos não prestam e de que devem ser extintos do planeta por professarem diferente religião. Nenhuma criança branca temeria uma criança preta ou indígena se não ouvisse dos pais advertências de que os pretos ou indígenas são menos, são preguiçosos e são suspeitos quando andam nas ruas, frequentam escolas e universidades. Todas as crianças e adolescentes viveriam bem e em comunhão, se os pais, religiosos, militares e escolas não incutissem a ideologia perversa de que mulheres, homossexuais e pessoas trans devem ser tratados de forma desigual, como inferiores, às vezes como enfermos, desviados e pecadores.

A censura sobre casamentos decidida pela Comissão de Previdência, Assistência Social, Infância, Adolescência e Família, integrada, em sua maioria, por pessoas ruins, é um exemplo de vileza. Provavelmente, as pessoas ruins da comissão também são pais e, quem sabe, pastores e imprimem todos os tipos de preconceitos nos próprios filhos como valores. Em outro lugar, estariam pregando às crianças que judeus não podem se casar com muçulmanos, que muçulmanos não podem se casar com judeus e o melhor é que estes ou aqueles se explodam em nome de Deus. Mas crianças não nascem com preconceito, felizmente. Aprendem, infelizmente. Preconceitos são sempre injustiças e se transformam em ignorância imutável, rígida, agressiva, persecutória e em guerra. 

Publicidade
O acesso a esse conteúdo é exclusivo aos assinantes premium do Matinal. É nossa retribuição aos que nos ajudam a colocar em prática nossa missão: fazer jornalismo e contar as histórias de Porto Alegre e do RS.

 

 
 
 

 

 

 

 
 
 

 

 
conteúdo exclusivo
Revista
Parêntese


A revista digital Parêntese, produzida pela equipe do Matinal e por colaboradores, traz jornalismo e boas histórias em formato de fotos, ensaios, crônicas, entrevistas.

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

RELACIONADAS
ASSINE O PLANO ANUAL E GANHEUM EXEMPLAR DA PARÊNTESE TRI 1
ASSINE O PLANO ANUAL E GANHEUM EXEMPLAR DA PARÊNTESE TRI 1

Esqueceu sua senha?

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.