Memória

1908-16: A arquitetura “art nouveau” na Rua da Praia

Change Size Text
1908-16: A arquitetura “art nouveau” na Rua da Praia

PORTO ALEGRE 250 ANOS:  HISTÓRIA, FOTOGRAFIA E REPRESENTAÇÕES

1908-16: A arquitetura “art nouveau” na Rua da Praia – História

Entre 1908 e 1916, ao lado dos Correios, Delegacia Fiscal e Cia. Previdência do Sul, apresentados anteriormente (Parêntese, 29/7/2022), outros prédios foram construídos nas imediações da praça da Alfândega, com características da arquitetura art nouveau. Todos de particulares. É que naqueles anos o RGS exportava muita gordura e proteína animal para uma Europa, que estocava-se para a Primeira Guerra Mundial (1914-18). A capital prosperava. Num contexto de indefinições, investir em imóveis que valorizassem os terrenos adquiridos por baixos preços podia se apresentar como um bom negócio.

Em meados de 1908, com projeto de Francesco Tomatis, foi erguida a Farmácia Carvalho, de Jorge de Carvalho, antes na esquina da Andradas com a Gen. Bento Martins. Além de seus produtos, o prédio abrigava consultórios médicos, inclusive com seis cirurgiões (A Federação, 23/7/1921, p.6) que, pelas notícias, ajudaram o imaginário coletivo a pensar a Farmácia Carvalho como um espaço de salvação pública. 

Entre 1910-12, com projeto de Otto Hermann Menchen (o mesmo da Casa Godoy, na Av. Independência) ergueu-se o Edifício Jeanselme, da Relojoaria Aliança. Em 1916, com projeto e ornamentos de Jesus Maria Corona, foi inaugurado o Petit Casino, do empresário Antônio Tavares, cuja contextualização já foi amplamente apresentada  por Julia da Rosa Simões (Parêntese, 18.6, 25.6, e 2.7.2020). O Edifício Jeanselme era visto pelos jornais da época como um “elegante palacete”. O Petit Casino como uma “complicada arquitetura, estravagância [sic] de um capitalista desta praça”. (RUSCHEL, Nilo. Rua da Praia. Porto Alegre, 1971, p.141). Mesma arquitetura, duas avaliações. Coisas nossas. 


[Continua...]

O acesso a esse conteúdo é exclusivo aos assinantes premium do Matinal. É nossa retribuição aos que nos ajudam a colocar em prática nossa missão: fazer jornalismo e contar as histórias de Porto Alegre e do RS.

 

 
 
 

 

 

 

 
 
 

 

 
conteúdo exclusivo
Revista
Parêntese


A revista digital Parêntese, produzida pela equipe do Matinal e por colaboradores, traz jornalismo e boas histórias em formato de fotos, ensaios, crônicas, entrevistas.

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

RELACIONADAS
ASSINE O PLANO ANUAL E GANHE UM EXEMPLAR DA PARÊNTESE TRI 1
ASSINE O PLANO ANUAL E GANHE UM EXEMPLAR DA PARÊNTESE TRI 1
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.