Porto Alegre: uma biografia musical

Capítulo LXX – Um milhão de melódicos melodiosos – ou: os anos de transição (Parte 16)

Change Size Text
Capítulo LXX – Um milhão de melódicos melodiosos – ou: os anos de transição (Parte 16) Alemão, no século XXI

Um dos músicos mais impressionantes que passaram pelos grupos de Breno Sauer foi Olmir Stocker, o Alemão.

O fabuloso guitarrista é um exemplo claríssimo do que se chamaria, no Rio Grande do Sul, de “alemão-batata”. Nascido dia 17 de junho de 1936 na alemoíssima Taquari – 95 quilômetros a oeste de Porto Alegre –, Olmir por pouco não veio ao mundo num picadeiro: sua família era toda de circo. E foi – literalmente – num circo que ele nasceu.

Começou a vida como acrobata e ator, mas com seis anos já tocava violão e cavaquinho. Aos sete, seus pais se separaram e ele teve de se virar como engraxate e músico de rua. Mas não se michou. Aprendeu sozinho a ler e escrever e chegou até a estudar violão clássico no Uruguai – terra de grandes professores do estilo. Só que aí comprou uma guitarra e sua vida mudou.

[Continua...]

O acesso a esse conteúdo é exclusivo aos assinantes premium do Matinal. É nossa retribuição aos que nos ajudam a colocar em prática nossa missão: fazer jornalismo e contar as histórias de Porto Alegre e do RS.

 

 
 
 

 

 

 

 
 
 

 

 
conteúdo exclusivo
Revista
Parêntese


A revista digital Parêntese, produzida pela equipe do Matinal e por colaboradores, traz jornalismo e boas histórias em formato de fotos, ensaios, crônicas, entrevistas.

Quer ter acesso ao conteúdo exclusivo?

Assine o Premium

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.

Escolhe um dos combos

Pagamento exclusivo via cartão de crédito