Quadrinhos em revista

DMart & Indio San muito além da cidade invisível

Change Size Text
DMart & Indio San muito além da cidade invisível

Sempre comento uma tese do grande José Mojica Marins, o Zé do Caixão, que ele proferia reiteradamente: de que o folclore brasileiro possui um material tão farto e tão rico que seria, por si só, suficiente para criarmos uma tradição de cinema de horror consistente. Eu acrescento, ainda, que esse universo folclórico também sustentaria muitos outros tipos de abordagens narrativas, igualmente voltadas ao fantástico. Acontece que tenho minhas dúvidas sobre o aproveitamento disso em nossa ficção, que nunca me pareceu realmente significativo, valorizado ou colocado realmente em primeiro plano. Especialmente no campo audiovisual, só agora começamos a ver sinais mais vigorosos – e com uma resposta de público interessante.

[Continua...]

O acesso a esse conteúdo é exclusivo aos assinantes premium do Matinal. É nossa retribuição aos que nos ajudam a colocar em prática nossa missão: fazer jornalismo e contar as histórias de Porto Alegre e do RS.

 

 
 
 

 

 

 

 
 
 

 

 
conteúdo exclusivo
Revista
Parêntese


A revista digital Parêntese, produzida pela equipe do Matinal e por colaboradores, traz jornalismo e boas histórias em formato de fotos, ensaios, crônicas, entrevistas.

Quer ter acesso a conteúdo exclusivo?


Assine o Premium
ou faça login

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

Sempre comento uma tese do grande José Mojica Marins, o Zé do Caixão, que ele proferia reiteradamente: de que o folclore brasileiro possui um material tão farto e tão rico que seria, por si só, suficiente para criarmos uma tradição de cinema de horror consistente. Eu acrescento, ainda, que esse universo folclórico também sustentaria muitos outros tipos de abordagens narrativas, igualmente voltadas ao fantástico. Acontece que tenho minhas dúvidas sobre o aproveitamento disso em nossa ficção, que nunca me pareceu realmente significativo, valorizado ou colocado realmente em primeiro plano. Especialmente no campo audiovisual, só agora começamos a ver sinais mais vigorosos – e com uma resposta de público interessante.

[Continua...]

O acesso a esse conteúdo é exclusivo aos assinantes premium do Matinal. É nossa retribuição aos que nos ajudam a colocar em prática nossa missão: fazer jornalismo e contar as histórias de Porto Alegre e do RS.

 

 
 
 

 

 

 

 
 
 

 

 
conteúdo exclusivo
Revista
Parêntese


A revista digital Parêntese, produzida pela equipe do Matinal e por colaboradores, traz jornalismo e boas histórias em formato de fotos, ensaios, crônicas, entrevistas.

Quer ter acesso a conteúdo exclusivo?


Assine o Premium
ou faça login

Você também pode experimentar nossas newsletters por 15 dias!

Publicidade
Publicidade

Experimente grátis as newsletters do Grupo Matinal!

marca-parentese

Abra um parêntese no seu fim de semana com jornalismo e boas histórias. Deixe seu email e receba toda semana as newsletters da revista Parêntese.

Receba de segunda a sexta a Matinal News, a newsletter que traz as principais notícias e eventos de Porto Alegre e do RS.