Reportagem

Privatização da CEEE mantém acesso gratuito a acervo de Erico Verissimo no Espaço Força e Luz

Change Size Text
Privatização da CEEE mantém acesso gratuito a acervo de Erico Verissimo no Espaço Força e Luz Memorial Erico Verissimo ocupa o 3º e 6º andar do Edifício Força e Luz, na Andradas (Foto: Guilherme Santos/PMPA)

Havia apreensão sobre destino do acervo com a mudança de gestão. Visitas podem ser agendadas pelo site, e agora contam com um museólogo e arquivista como guias

Publicidade

Manuscritos originais e mais de 3 mil peças de acervo permanecem disponíveis gratuitamente para consulta no Memorial Erico Verissimo, que ocupa o 3º e 6º andar do Edifício Força e Luz, no Centro Histórico de Porto Alegre. 

Iniciada ainda em 2019, a privatização da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) levou à mudança de nome do antigo Centro Cultural Erico Verissimo para Espaço Força e Luz, em outubro de 2021, gerando apreensão quanto à situação jurídica do acervo do escritor e sua disponibilidade para o público. 

“A Fundação Força e Luz foi criada com o objetivo específico de cuidar desse acervo. Consta na escritura da Fundação. Não há possibilidade de se desfazer desse patrimônio sem passar pelo Ministério Público”, explica Verônica Fernandez, diretora-presidente do Espaço.

Fernandez acrescenta que essa parte do acervo de Erico Verissimo estaria oficialmente resguardada como museu oficial junto ao Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). “Você não desconstitui com facilidade um museu. Nossa maior responsabilidade é administrar esses acervos e mantê-los disponíveis para o público”, assegurou. 

O público pode agendar visitas guiadas ao Memorial Erico Verissimo pelo site. “As áreas de interação do público permanecem as mesmas. Mediante agendamento online, oferecemos companhia de museólogo e arquivista”, informa Fernandez A visita acompanhada de um museólogo e a arquivista é uma novidade do espaço sob nova admistração.

Outra parte (a maior dela) do acervo literário de Erico Verissimo se encontra disponível no Instituto Moreira Sales, no Rio de Janeiro. Inicialmente, a ideia era que a totalidade do acervo ficasse disponível no Centro Cultural Erico Verissimo, mas a família do escritor considerou que as condições oferecidas, na época, não eram satisfatórias. 

“Quando terminaram as obras (no edifício Força e Luz), soubemos que não contaríamos com uma série de coisas prometidas para que o Acervo Literário Erico Verissimo (Alev) pudesse ficar lá com o mínimo de cuidado. Descobrimos que não ia acontecer”, lembra Fernanda Verissimo, neta do escritor.

O Grupo Equatorial Energia foi confirmado em março de 2021 como vencedor do leilão de privatização da Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica (CEEE-D) do Rio Grande do Sul. Única empresa participante do leilão, a Equatorial apresentou proposta de R$ 100 mil, assumindo uma dívida total de mais de R$ 4 bilhões. 

Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para o interesse público da nossa cidade sejam abordados: apoie-nos financeiramente!

O que nos permite produzir reportagens investigativas e de denúncia, cumprindo nosso papel de fiscalizar o poder, é a nossa independência editorial.

Essa independência só existe porque somos financiados majoritariamente por leitoras e leitores que nos apoiam financeiramente.

Quem nos apoia também recebe todo o nosso conteúdo exclusivo: a versão completa da Matinal News, de segunda a sexta, e as newsletters do Juremir Machado, às terças, do Roger Lerina, às quintas, e da revista Parêntese, aos sábados.

Apoie-nos! O investimento equivale ao valor de dois cafés por mês.
Se você já nos apoia, agradecemos por fazer parte da rede Matinal! e tenha acesso a todo o nosso conteúdo.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já nos apoia, agradecemos por fazer parte da rede Matinal! e tenha acesso a todo o nosso conteúdo.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Gostou desta reportagem? Ela é possível graças a sua assinatura.

O dinheiro investido por nossos assinantes premium é o que garante que possamos fazer um jornalismo independente de qualidade e relevância para a sociedade e para a democracia. Você pode contribuir ainda mais com um apoio extra ou compartilhando este conteúdo nas suas redes sociais.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! Faça login e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
ASSINE O PLANO ANUAL E GANHEUM EXEMPLAR DA PARÊNTESE TRI 1
ASSINE O PLANO ANUAL E GANHEUM EXEMPLAR DA PARÊNTESE TRI 1

Esqueceu sua senha?

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.