Eleições 2022 | Reportagem

Onyx criticou adesão ao Regime de Recuperação Fiscal, mas compromete-se a cumpri-lo

Change Size Text
Onyx criticou adesão ao Regime de Recuperação Fiscal, mas compromete-se a cumpri-lo Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

Este conteúdo faz parte de uma série especial de reportagens do Matinal Jornalismo reunidas na plataforma Eu Voto Porque. A ferramenta permite escolher uma candidatura e temas relevantes para que você descubra o que seu candidato pensa a respeito desses assuntos. A seguir você confere o posicionamento e planos de Onyx Lorenzoni (PL) sobre economia e finanças públicas. Aqui você pode conhecer mais sobre as propostas do candidato para outras áreas.

Publicidade

Onyx Lorenzoni (PL) defende que o estado deveria ter aderido ao Plano de Promoção ao Equilíbrio Fiscal (PEF), que tem duração de 3 anos, ao invés do Regime de Recuperação Fiscal (RRF) adotado por Leite. Onyx se compromete em cumprir o acordo aderido pelo governo anterior, mas acredita que o RRF impõe condições desfavoráveis e retira autonomia do estado. 

Crítico ferrenho das políticas de distanciamento social, argumenta que essas medidas sanitárias prejudicaram a economia. Também diz que o Estado tem “baixa competitividade” e precisa melhorar a infraestrutura para que os produtos gaúchos possam chegar com preços atraentes nos principais mercados consumidores do país, embora seu plano de governo não traga projetos para colocar a ideia em prática. Como proposta para melhorar o ambiente de negócios, Onyx cita “atacar constantemente” o Custo RS (30 entraves que prejudicam a competitividade do setor industrial elencados pela Fiergs). Propõe, ainda, incentivar o cooperativismo. Como deputado estadual, Onyx foi autor do  PL 46/2002, visando criar o Programa Nova Chance, para reinserir no mercado de trabalho os trabalhadores com mais de 40 anos.

* Bettina Ghem, Iuri Muller, Juan Ortiz, Maurício Brum, Sílvia Lisboa e Valentina Bressan

Gostou desta reportagem? Garanta que outros assuntos importantes para o interesse público da nossa cidade sejam abordados: apoie-nos financeiramente!

O que nos permite produzir reportagens investigativas e de denúncia, cumprindo nosso papel de fiscalizar o poder, é a nossa independência editorial.

Essa independência só existe porque somos financiados majoritariamente por leitoras e leitores que nos apoiam financeiramente.

Quem nos apoia também recebe todo o nosso conteúdo exclusivo: a versão completa da Matinal News, de segunda a sexta, e as newsletters do Juremir Machado, às terças, do Roger Lerina, às quintas, e da revista Parêntese, aos sábados.

Apoie-nos! O investimento equivale ao valor de dois cafés por mês.
Se você já nos apoia, agradecemos por fazer parte da rede Matinal! e tenha acesso a todo o nosso conteúdo.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
Se você já nos apoia, agradecemos por fazer parte da rede Matinal! e tenha acesso a todo o nosso conteúdo.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Gostou desta reportagem? Ela é possível graças a sua assinatura.

O dinheiro investido por nossos assinantes premium é o que garante que possamos fazer um jornalismo independente de qualidade e relevância para a sociedade e para a democracia. Você pode contribuir ainda mais com um apoio extra ou compartilhando este conteúdo nas suas redes sociais.
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Se você já é assinante, obrigada por estar conosco no Grupo Matinal Jornalismo! Faça login e tenha acesso a todos os nossos conteúdos.

Compartilhe esta reportagem em suas redes sociais!

Share on whatsapp
Share on twitter
Share on facebook
Share on email
RELACIONADAS

Esqueceu sua senha?

ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.
ASSINE E GANHE UMA EDIÇÃO HISTÓRICA DA REVISTA PARÊNTESE.